GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

quinta-feira, agosto 26, 2010

CLBI lança foguete de treinamento

By on 26.8.10
Somente em fins de novembro ou começo de dezembro o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) voltará a lançar um foguete com carga útil visando experimentos científicos no espaço, com a participação de cientistas da Alemanha.

Júnior SantosLuiz Guilherme Silveira de Medeiros, diretor do CLBI, explica a importância do lançamento, apesar de ser apenas um treinamentoLuiz Guilherme Silveira de Medeiros, diretor do CLBI, explica a importância do lançamento, apesar de ser apenas um treinamento





















Mas, às 15 horas de hoje, será lançado, dentro da Operação Barreira III, o Foguete de Treinamento Básico (FTB), o terceiro do ano, com a finalidade de exercitar toda a estrutura de coordenação, validar os procedimentos e garantir treinamento das equipes nas áreas de logística, telecomunicação, preparação, integração, montagem, lançamento, rastreio, segurança de vôo e de superfície, coleta e tratamento de dados.


O diretor do CLBI, tenente coronel aviador Luíz Guilherme Silveira de Medeiros, disse que mesmo se tratando de treinamento, o lançamento “é uma operação real” de maneira que as equipes da Barreira do Inferno, “saibam se comportar” quando houver o lançamento de foguetes com cargas úteis.

Luiz Silveira de Medeiros explica que no caso do lançamento de hoje, o FTB leva o que se chama “de carga inerte”, com o mesmo peso – cinco quilos – como se tivesse levando uma carga útil.

Segundo Medeiros, o último lançamento com carga útil ocorreu no fim de 2008, quando estiveram envolvidos 400 técnicos do CLBI e de outras instituições parceiras.

Medeiros explicou que o CLBI não realiza projetos científicos, mas atua em parceria com a comunidade científica brasileira e estrangeira - “conforme as suas necessidades” - lançando os foguetes que carregam em sua ogiva equipamentos e materiais, inclusive biológicos, os quais servem para pesquisa científica fora da gravidade terrestre para aplicação em física, engenharia, desenvolvimento de medicamentos e outras áreas que possam se beneficiar da microgravidade.

Ele disse que o CLBI já realizou, em seus 45 anos de existência, um total de 2.912 lançamentos com suas operações de rastreamento. No caso do FTB básico, que está sendo lançado hoje à tarde, ele disse que o fabricante é a empresa brasileira Avibras numa parceria desenvolvida com o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) de São José dos Campos, que consumiu cerca de R$ 1,5 milhão.

O diretor do CLBI disse que nesta parceria, além do foguete básico, já está em desenvolvimento um foguete de treinamento intermediário que poderá alcançar uma altitude de 64 km e levar uma carga útil de 30 quilos. Outro foguete avançado, que ainda está para ser desenvolvido, alcançará uma altitude de 120 km e carregará 120 quilos de carga útil. Ele disse ainda que, atualmente, os Centros de Lançamento no Brasil possuem uma baixa cadência de campanha de lançamento, o que causa uma redução na capacidade operacional dos profissionais e consequentes riscos para lançamentos de veículos lançadores de satélites e de foguetes de sondagem, transportando experimentos científicos e tecnológicos.

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts