GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

sábado, agosto 21, 2010

Saiba mais: o 3º Batalhão de Aviação do Exército (3º BAvEx)

By on 21.8.10

Criado em 17 Agosto de 1993, o 3º Batalhão de Aviação do Exército (3º BAvEx) é uma das Organizações Militares mais operacionais do Exército Brasileiro. Em julho de 2000, o 3º BAvEx passou a integrar a Força de Ação Rápida Estratégica do Exército Brasileiro, cuja finalidade é atuar imediatamente em qualquer ponto do Território Nacional.

O “Batalhão Pantera”, como é conhecido por seus integrantes e pelos militares do Exército, está localizado na cidade de Taubaté-SP, próximo ao Parque do Itaim e utiliza, para o cumprimento de suas atividades militares, helicópteros dos modelos Pantera (HM-1) e Fennec (HA-1), todos de origem francesa (veja no próximo mês as fichas técnicas e curiosidades das aeronaves empregadas pelo Batalhão Pantera).

A Unidade Aérea é empregada em missões de cunho especificamente militar e participa, anualmente, dos exercícios militares das Grandes Unidades e Grandes Comandos do Exército. Atua, também, em diversas atividades de caráter comunitário e de ações em conjunto com órgãos públicos, tais como: Na Operação Proarco, de combate às queimadas na região do “arco amazônico”, junto ao IBAMA, na Operação Mandacaru, que teve por objetivo o combate ao plantio de maconha no Nordeste, ambas realizadas em 1999, na Operação Gota, no ano de 2005, em apoio à FUNASA no estado do Acre e, recentemente no ano de 2006, na Operação ABAFA do Ministério da Defesa, em repressão ao roubo de armamentos no Rio de Janeiro.

O 3º BAvEx é formado, atualmente, por 263 militares das diversas regiões do Brasil sendo que, desse total, 162 são cidadãos taubateanos, perfazendo 61,8 por cento do efetivo da Unidade.

No corrente ano, o Batalhão Pantera já alcançou a marca de 688 horas de vôo e tem a previsão de voar, ainda em 2008, mais 2084 horas em missões aéreas em proveito do Exército Brasileiro

Qual a finalidade do 3º BAvEx?

O Batalhão Pantera tem como missão principal, definida para atender as necessidades operacionais do Exército Brasileiro, proporcionar eficiente apoio aérea (aeromobilidade) ao cumprir missões de Defesa da Pátria, Garantia dos Poderes Constitucionais, Garantia da Lei e da Ordem e em ações em conjunto com outros órgãos públicos federais ou estaduais.

A Pantera

Ao ser criado em 17 de agosto de 1993 o 3º BAvEx foi, originalmente, incumbido da missão de voar e operar as aeronaves do modelo AS 365 K Panther, ou simplesmente “Pantera”. Aeronave excelente em aeromobilidade e operacionalização, o Pantera, como ficou conhecido pelos militares do Exército, recebeu o indicativo de “Helicóptero de Manobra - 01, então, HM-1 Pantera! Após alguns anos, a Unidade Aérea passou a utilizar, também, as aeronaves AS 550 C3 “Fennec”, com o indicativo “Helicóptero de Ataque - 01” ou HA-1 Fennec.

Face ao exposto, o símbolo do 3º BAvEx é representado por uma circunferência de 09 cm de diâmetro com uma pantera negra ao centro em posição de ataque. Na parte externa superior, lê-se a inscrição “3º BATALHÃO DE AVIAÇÃO DO EXÉRCITO” na cor cinza e na parte externa inferior observa-se a inscrição “PANTERA”. A pantera negra simboliza a audácia do felino e a furtividade fornecida por seu manto escuro, evidenciando a capacidade técnico-operacional da Unidade Aérea. A inscrição “PANTERA”, na cor cinza, representa as aeronaves HM-1 Pantera que, na criação do 3º BAvEx, foram designadas ao emprego da Unidade. A cor verde, predominante no símbolo, ilustra o macacão de vôo, a segunda pele do aeronavegante, e ainda, a cor tradicional dos Batalhões operacionais do Exército Brasileiro e, por fim, o fundo cinza, ao centro, simboliza a manutenção diretamente ligada à operacionalidade da Organização Militar.

A estrutura

O Batalhão Pantera é composto por quatro subunidades (repartições de um batalhão) denominadas esquadrilhas. As esquadrilhas executam atividades específicas de acordo com suas peculiaridades de emprego.

Conforme mostra o organograma abaixo, o 3º BAvEx é formado pelas Esquadrilha de Helicópteros de Emprego Geral (EHEG), que emprega as aeronaves HM-1 Pantera, Esquadrilha de Helicópteros de Reconhecimento e Ataque (EHRA), que emprega as aeronaves HA-1 Fennec, Esquadrilha de Manutenção e Suprimento (EMS), responsável pela constante manutenção das aeronaves da Unidade e pela Esquadrilha de Comando e Apoio (ECAp), responsável por garantir a segurança e vida administrativa do Batalhão.


Os helicópteros do 3º BAvEx

Montados no Brasil pela Helibrás, em Itajubá-MG, o HM-1 Pantera e o HA-1 Fennec são as aeronaves empregadas pelo 3º BAvEx para o cumprimento de suas missões aéreas, sendo que, os dois modelos de helicópteros são originários da França. O Pantera é uma aeronave considerada multi-missão, o seja, capaz de realizar missões de transporte de tropas e materiais, resgates aeromédicos, observação e como plataforma de guerra eletrônica. O Fennec, por sua vez, é uma aeronave considerada de reconhecimento e ataque, capaz de realizar missões aéreas de combate como: Ataque a alvos terrestres, podendo ser fixo ou móvel, quando armada com foguetes e metralhadoras axiais, reconhecimento de áreas como cidades, vilarejos e pontos específicos, tais como fábricas, refinarias etc, observação e vigilância aérea.

Esses dois modelos de helicópteros são altamente eficazes visto que, além das Unidades Aéreas do Exército Brasileiro, muitos outros órgãos governamentais, empresas civis e particulares também utilizam estas aeronaves para cumprir suas diversas atividades.

Os quadros abaixo mostram as fichas técnicas do HM-1 Pantera e do HA-1 Fennec:


Redator da Matéria: Cap Hamilton C. H. Cavalcante – Adj RP do 3º BAvEx via Agoravale - Via Noticias Sobre Aviação

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts