GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

segunda-feira, novembro 22, 2010

APC Namera Made in USA

By on 22.11.10
Por causa das suas necessidades específicas, as forças armadas de Israel foram pioneiras na introdução de viaturas blindadas de transporte de pessoal e de combate de infantaria.

O grande numero de carros de combate T-55 capturados por Israel durante as várias guerras com os seus vizinhos árabes, levou ao desenvolvimento de um programa de adaptação dos T-55, convertendo-os em viaturas de combata de infantaria, conhecidas como Achzarit.

Como Israel utiliza o carro de combate Merkava (que presentemente vai na sua versão numero 4) também foi considerada a conversão para viatura de combate de infantaria dos Merkava mais antigos, à medida que os novos Merkava IV entravam ao serviço.

A versão do Merkava adaptada para viatura de combate de infantaria recebeu a designação de Namera (Tigresa), enquanto que a versão do Merkava adaptada para viatura de recuperação foi designada Namer (Tigre) [1].

Namera made in USA

No final de Outubro, o ministério da defesa de Israel, emitiu uma encomenda que para muitos foi considerada surpreendente, ao encomendar a construção de 600 viaturas de combate de infantaria «Namera Mk.2» à General Dynamics norte americana.

A decisão de encomendar as viaturas a uma empresa americana, prende-se com a necessidade de utilizar a ajuda militar norte-americana. A ajuda norte-americana a Israel, implica normalmente a produção local de equipamentos.
Para beneficiar do auxilio norte-americano, Israel optou por encomendar a construção dos carros de combate nos Estados Unidos, que sairão da linha de montagem da fábrica de serão construídos na fábrica de Lima no estado norte-americano do Ohio, preservando postos de trabalho norte-americanos.

O Namera, é a mais pesada viatura de combate de infantaria existente no mundo e a mais protegida de todas. Ele deriva do Merkava, que é o único carro de combate do mundo com acesso traseiro para um pequeno grupo de infantaria. O Namera tem o mesmo chassis, mas não tem a torre, o que deixa lugar para um grupo de infantaria constituído por sete ou oito homens armados. Ele está equipado com uma torre controlada remotamente de dentro da viatura, armada com uma metralhadora 12,7mm.

A blindagem é composta de ligas com vários tipos de metal e cerâmica, que permitem derrotar mesmo as mais recentes armas anti-tanque. A somar a esta defesa, o Namera pode ser equipado com o sistema de defesa «Trophy» constituído por vários sensores que detectam a presença de ameaças, agindo automaticamente contra elas.

A encomenda feita por Israel à General Dynamics, atinge as 600 unidades, no caso de todas as opções serem exercidas.

A fábrica de Lima, normalmente conhecida como Joint Systems Manufacturing Center, é uma instalação industrial estatal norte-americana, que é presentemente operada pelo fabricante General Dynamics e foi responsável pelo fabrico e renovação de viaturas como o carro de combate pesado Abrams.

Situa-se no estado do Ohio, na região norte nordeste dos Estados Unidos, a cerca de 200km de Detroit, conhecida como o centro da industria automóvel norte-americana.

[1] – Existe alguma confusão com esta designação. Em muitos casos dá-se a designação Namer ao Namera.

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts