GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

segunda-feira, julho 30, 2012

Corveta portuguesa sofre pane

By on 30.7.12
 Oito militares receberam assistência no Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, depois de terem inalado fumo num incêndio que deflagrou a bordo de uma corveta em patrulha.

De acordo com um comunicado da Marinha Portuguesa, citado pela Lusa, o alarme foi dado às 02:00. O fogo teve origem num dos geradores a bordo da corveta NRP Baptista de Andrade e foi extinto passado cerca de meia hora, com os «meios de combate a incêndios existentes a bordo».

«Devido a inalação de fumos», oito elementos da guarnição do navio, ao serviço da Marinha Portuguesa desde 1974, ficaram «com dificuldades respiratórias», pode ler-se no mesmo documento.

A embarcação, que «se encontrava a navegar, em patrulha, na Zona Económica Exclusiva (ZEE) do Continente», teve de dirigir-se para o porto de Sines, «mais próximo» do local onde se encontrava na altura do incidente.


Os oito militares receberam assistência médica no Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, e tiveram alta cerca das 10:00.

Na sequência deste acontecimento, «a responsabilidade da missão de Busca e Salvamento Marítimo foi de imediato assumida pela fragata NRP D. Francisco de Almeida», esclareceu o documento da Marinha.

O comandante da Polícia Marítima e da Capitania de Sines, Rui Arrifana Horta, confirmou à agência Lusa que foi recebido o pedido de colaboração, tendo sido prestada ajuda na retirada dos oitos militares para o hospital da região.

Fonte: TVI24

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts