GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

quarta-feira, agosto 15, 2012

Submarino invisível russo preocupa Pentágono

By on 15.8.12
Um submarino estratégico russo realizou com êxito, no quadro do seu programa de treinos, uma missão junto do litoral dos EUA sem ter violado a legislação internacional.

O submarino, munido de mísseis de cruzeiro, esteve durante um mês em navegação nas águas do golfo do México. Ele foi detetado somente quando deixava esta região. A informação foi difundida pela editora americana Washington Free Beacon que cita altas fontes não mencionados do Pentágono.

 Submarino atômico multifuncional russo do projeto 971 Schuka-B

O submarino multimissão russo, projeto 971 ou, de acordo com a classificação da OTAN, Tubarão, patrulhou durante várias semanas de junho e julho deste ano o litoral americano. Os satélites e sensores hidroacústicos americanos não conseguiram detetar a sua presença neste local. O submarino foi intercetado somente quando mostrou aos americanos o seu "rabo".

Desta maneira os militares russos conseguiram resolver de vez várias tarefas táticas e estratégicas sem violar a legislação internacional e sem penetrar nas águas territoriais do outro Estado.

Em primeiro lugar, a tripulação levou a cabo um treino bem-sucedido. Em segundo lugar, os militares russos obtiveram informações sobre o deslocamento de submarinos e navios da superfície americanos nesta região. Além disso, a Rússia tornou bem claro aos americanos que não existe um sistema de segurança absolutamente fiável,- ressaltou o diretor do Centro de Pesquisas Sócio-Políticas, Vladimir Evseev.

“Esta é uma lição clara para os EUA, uma lição que lhes mostra que não se deve impor ao mundo inteiro a sua política externa por meio da força, pois os demais Estados também dispõem de certas possibilidades na esfera militar. Se os EUA realizarem os seus interesses nacionais somente por meio da força, esta política vai resultar em qualquer hipótese uma espécie de bumerangue. Os EUA devem compreender a sua vulnerabilidade pois o sistema de defesa antimíssil é muito pouco eficiente contra os mísseis de cruzeiro que podem voar a pequenas alturas. E os submarinos atômicos levam mísseis de cruzeiro que não podem ser detetados com os meios comuns, utilizados para rechaçar o ataque de objetos balísticos. Estes mísseis abrem uma brecha no sistema de defesa antimíssil, demonstrando que simplesmente não existe um sistema ideal de defesa antimíssil. E isso destrói a aura de invulnerabilidade dos EUA – o principal estímulo da sua política internacional de permissividade total.”

Enquanto os especialistas militares russos se congratulam pelo êxito desta campanha, a incapacidade de detetar o submarino provocou preocupação nos círculos militares dos EUA. As autoridades americanas e representantes das Forças Armadas não fizeram comentários a este respeito. Mas é pouco provável que a informação tivesse “transpirado” por acaso. Desta maneira o Pentágono procura convencer o Congresso a destinar mais dinheiro para fins militares,- supõe Alexander Khramchikhin, perito do Instituto de Análise Política e Militar.

“Estou certo de que toda esta informação tem em vista o orçamento. É que agora o orçamento militar americano atravessa uma fase de grande redução. Portanto, esta campanha de propaganda visa evitar os cortes de despesas na Marinha de Guerra.”

O submarino tipo Tubarão é o tipo principal de submarinos multimissão da marinha de guerra russa. É um navio dificilmente detetável. No nosso país foi construído um total de quinze submarinos deste tipo, um dos quais foi entregue à Índia.

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts