GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

domingo, dezembro 30, 2012

China adquire da Rússia a linha de produção dos bombardeiros Tu-22M Backfire

By on 30.12.12
A China comprou da Rússia a linha de produção de bombardeiros Tupolev Tu-22M por US$ 1,5 bilhão, incluindo a transferência de toda a tecnologia para a produção.
A China já importou 6 bombardeiros, já que os Tu-22M são muito melhores do que os próprios bombardeiros H-6 da China, tanto em carga e como em alcance.
O Tupolev Tu-22M Backfire é bombardeiro estratégico supersônico de longo alcance capaz de realizar ataques marítimos de surpresa.

http://4.bp.blogspot.com/-xZHWAuYSZ10/UNiIb9Tg7OI/AAAAAAAAJsU/UaiAHhVrwOs/s1600/Tupolev+Tu-22M+-+Shark.jpg
Os bombardeiros Tu-22M Backfire foram produzidos pela Tupolev até 1997.

De acordo com o especialista militar chinês Ma Dingsheng, as asas de geometria variável do Tu-22M permitem que ele possa conduzir furtivos ataques marítimos de surpresa. Ele pode primeiro ajustar suas asas numa posição que lhe permite voar em altitudes super baixas sem ser detectado por radares inimigos. Quando ele chega perto de seu alvo, ela muda sua posição da asa, que lhe permite subir rapidamente para conduzir um ataque repentino.
No entanto, Ma disse que para a produção dos bombardeiros, a China ainda precisa de algumas partes que não consegue produzir, especialmente os motores. Mas existe rumores que existe um contrato de fornecimento das peças para a produção de pelo menos 36 desses bombardeiros.
A China tem que desenvolver a sua própria capacidade de produzir as peças, especialmente os motores. Caso contrário, se a Rússia se recusar a fornecer mais peças, a China não será mais capaz de produzir e terá dificuldades para manutenção dos bombardeiros.

Fonte: China Times – Via: Cavok

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts