GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

quarta-feira, dezembro 05, 2012

Irã captura drone ScanEagle da Boeing

By on 5.12.12

O Irã afirmou nesta terça-feira que capturou um avião não-tripulado de inteligência norte-americano do modelo ScanEagle em seu espaço aéreo sobre o golfo Pérsico dias atrás, mas os Estados Unidos disseram não haver provas dessa afirmação.

A Marinha dos Estados Unidos negou ter perdido qualquer avião não-tripulado nessa região. O aparelho de vigilância produzido pela Boeing é usado na região pelos norte-americanos e por outros países. Em Washington, o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, disse: "Não temos evidências de que as afirmações iranianas sejam verdadeiras."

O incidente ilustra as tensões no golfo Pérsico, num momento em que o Irã e os Estados Unidos demonstram sua capacidade militar na vital região exportadora de petróleo em meio a um impasse envolvendo o programa nuclear iraniano. Caso sofra algum ataque, o Irã repetidamente ameaça fechar o estreito de Hormuz, por meio do qual passa cerca de 40 por cento do petróleo transportado por via marítima no mundo. Autoridades dos EUA dizem que não permitirão que isso ocorra.

A Guarda Revolucionária iraniana disse em seu site que o avião teleguiado estava voando sobre o golfo nos últimos dias, e foi "capturado" ao entrar no espaço aéreo iraniano.

Um porta-voz do Comando Central das Forças Armadas dos Estados Unidos, no Barein, disse que nenhum dos seus aviões não-tripulados desapareceu e que suas operações se restringem a espaços aéreos internacionais.

O ScanEagle é um avião de espionagem feito pela Insitu, subsidiária da norte-americana Boeing. A empresa também fornece e opera aviões não-tripulados para clientes de vários países do Oriente Médio, inclusive para fazerem a segurança de plataformas petrolíferas no Golfo, segundo seu site. Os militares dos Estados Unidos usam o ScanEagle desde 2004, e eles se tornaram uma forma relativamente barata de vigilância.
O porta-voz da Insitu, Jill Vacek, disse que a companhia produziu 1.685 aeronaves. Outros clientes militares incluem Canadá, Austrália, Polônia, Holanda, Cingapura, Malásia e Japão, além de "outros clientes do Departamento de Defesa dos EUA".
Há um ano, a empresa anunciou também uma parceria com uma empresa de Abu Dhabi para prestar assistência ao ScanEagle e a outros veículos não-tripulados no Oriente Médio.

O chanceler iraniano, Ali Akbar Salehi, disse que seu país alertou os Estados Unidos sobre as violações do seu espaço aéreo e que usará o avião como prova das incursões norte-americanas em uma queixa a ser apresentada "via organismos internacionais", segundo a agência Irib News.
A nota da Guarda Revolucionária não especificou onde ou quando o avião foi achado, nem se ele caiu sozinho ou foi abatido. A instituição divulgou um vídeo em que um ScanEagle aparentemente sem danos é examinado por oficiais militares, sob um escrito, em inglês, que dizia: "Vamos pisotear os EUA".

Fonte: R7



Os peritos iranianos anunciaram que tinham extraído os dados do veículo aéreo não tripulado ScanEagle que presumivelmente pertence aos EUA, informa o canal televisivo iraniano Press TV.

Um representante da Guarda Revolucionária Iraniana avisou que se for necessário, eles irão publicar uma informação sobre o VANT, afirmando mais uma vez que o ScanEagle pertencia aos EUA.

A Guarda Revolucionária anunciou a interceptação do drone Boeing ScanEagle, no dia 04 de dezembro. A Marinha dos EUA negou as informações sobre a perda do VANT.

Fonte: A Voz da Russia

Frame capture from PressTV video of captured ScanEagle UAV (2)

Optics close-up of captured ScanEagle UAV shown through Iranian media 

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts