GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

quarta-feira, janeiro 16, 2013

Antonov An-124-300 "Ruslan" não faz parte dos planos futuros da Força Aérea Russa.

By on 16.1.13

O Ministério da Defesa da Rússia está atualizando a sua frota de aeronaves de transporte militar, porém, de acordo com o jornal russo Vedomosti, que cita fontes militares, o Antonov An-124-300 "Ruslan" não faz parte dos planos futuros da Força Aérea Russa. Ademais, as aeronaves encomendas continuariam a ser produzidas.
A planta da Aviastar em Ulyanovsk até o final de 2014 irá atualizar os cerca de 25 An-124 Ruslan do inventário da Força Aérea Russa para o padrão An-124-150M. Em 2010, o Ministério da Defesa da Rússia apoiou a reabertura do programa “Ruslan”, inclusive incluiu a compra da versão modernizada An-124-300 no programa de aquisições de armamento para os anos de 2011 a 2020.

Na Rússia, a produção do Ruslan foi interrompida no meio da década de 90 do século passado, depois que o Ministério da Defesa reconheceu como impraticável novas aquisições dessa aeronave. Mais tarde, no entanto, decidiu-se retomar a construção do Ruslan na Rússia. A United Aircraft Corporation afirmou que era necessário a venda de pelo menos 40 An-124 para salvar a produção dessa aeronave.

No final de 2009, Dmitry Medvedev, que era até então presidente da Rússia, ordenou a compra de 20 An-124-300 para a Força Aérea Rússia.  O Responsável pela execução dessa aquisição foi o então primeiro-ministro, Vladimir Putin. A aquisição dessas 20 aeronaves ascendeu o valor de US$ 4 bilhões.

Enquanto isso, no final de 2012 o Ministério russo da Defesa decidiu comprar outra aeronave de transporte militar. Em particular, o ministério concedeu um contrato com a Aviastar para a fabricação de 39 aviões de transporte militar Il-476 (Il-76MD-90A) por US$ 4.6 bilhões.

Além disso, o Ministério da Defesa anunciou a necessidade de uma nova aeronave de transporte militar leve para a Força Aérea Russa, mas a proposta da UAC de fornecer o Ilyushin IL-112 de imediato à Força Aérea Russa não foi aceita. De acordo com o Ministério da Defesa, serão necessárias a aquisição de 55 unidades do IL-112.

Fonte: Informante

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts