GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

sexta-feira, março 01, 2013

Líder da Al-Qaeda foi morto no Norte do Mali

By on 1.3.13
Forças francesas mataram Abdelhamid Abou Zeid, um dos mais temidos comandantes da ala norte-africana da Al Qaeda, durante uma operação contra combatentes islâmicos no montanhoso norte do Mali, disse a TV argelina Ennahar na quinta-feira.
Abou Zeid estaria entre os 40 militantes mortos nos últimos três dias nos contrafortes da serra de Adrar des Ifoghas, perto da fronteira com a Argélia, disse o canal, que tem boas fontes nos serviços argelinos de segurança.
Tropas da França e do Chade estão perseguindo guerrilheiros nessa região após uma campanha-relâmpago para desalojá-los de outras partes do norte malinês.
O governo francês não quis comentar a informação. Autoridades da Argélia, do Mali e do Chade disseram que não poderiam confirmar a morte de Abou Zeid.
Uma oficial do Exército francês confirmou que cerca de 40 militantes foram mortos durante os intensos combates da semana passada na montanhosa região de Tigargara. Ela não comentou se Abou Zeid estaria entre eles.
Essa fonte afirmou que 1.200 soldados franceses, 800 chadianos e alguns militares do próprio Mali continuam envolvidos na batalha ao sul da localidade de Tessalit, na serra de Adrar. Ela disse também que dez locais de logística, uma fábrica de explosivos e 16 veículos foram destruídos na operação.
Abou Zeid, considerado um dos mais implacáveis membros da Al Qaeda do Magreb Islâmico, é um ex-contrabandista argelino que virou jihadista e supostamente esteve por trás do sequestro de mais de 20 estrangeiros nos últimos cinco anos no Saara, o que rendeu dezenas de milhões de dólares em resgates pagos aos cofres da AQIM.
Acredita-se que ele tenha executado o cidadão britânico Edwin Dyer em 2009, e o francês Michel Germaneau, de 78 anos, em 2010.

Fonte: Reuters

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts