GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

sexta-feira, abril 19, 2013

Embraer pagou US$ 10 mi para encerrar disputa com a Microsoft

By on 19.4.13
A brasileira Embraer precisou desembolsar US$ 10 milhões para impedir o que poderia se tornar a primeira lei de competição injusta dos Estados Unidos, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo. Há um ano, a Microsoft acusou a quarta maior produtora de aviões do mundo de usar programas de computador sem pagar pelas licenças e de usar produtos piratas.  A empresa de Bill Gates fez uma denúncia à Procuradoria-Geral de Washington, Estado que em 2011 aprovou lei que pune empresas que utilizam softwares pirateados ou sem licença proibindo-as de fazer negócios em seu território.
http://1.bp.blogspot.com/-SDe6pljNeWU/Tw2TPMd6QKI/AAAAAAAABxQ/UirH9H7pN5I/s1600/embraer-190-20110412-size-598.jpgO caso não chegou a virar processo. Foi resolvido no dia 6 de abril, quando a Embraer desembolsou a quantia que a Microsoft lhe pedia. 

O acordo entre as duas empresas foi feito na fase que precede o processo judicial. A Embraer nega que usasse tecnologia pela qual não pagava e diz que o acordo não teve participação da procuradoria.

"Não podemos comentar especificidades desse caso, mas estamos felizes de dizer que a Embraer tomou todas as medidas apropriadas para o pleno cumprimento da lei", diz a Microsoft em nota. Caso tivesse ido aos tribunais e fosse condenada, a firma brasileira estaria sujeita a pagar multas e ser proibida de vender aeronaves em Washington e possivelmente em outros 37 dos 50 Estados americanos, que assinaram carta de concordância sobre o tema.

Fonte: Terra

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts