GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

segunda-feira, maio 13, 2013

Caça F-16 turco cai perto da fronteira síria

By on 13.5.13
Um caça-bombardeiro F-16 da Força Aérea turca caiu nesta segunda-feira no sudeste da Turquia, perto da fronteira com a Síria, e seu piloto provavelmente conseguiu se ejetar, indicaram fontes militares.

"Por volta das 14h15 (08h15 de Brasília) foi cortada a comunicação por rádio com um caça F-16 que sobrevoava em missão os montes Amanos", informou um comunicado militar.

Pouco antes do fim da comunicação, o piloto havia dito que iria se ejetar, segundo o comunicado.

O governador da província de Osmaniye, Celalettin Cerrah, declarou que o F-16 havia se acidentado na localidade de Yarpuz, a 40 km da fronteira com a Síria.

Fonte: UOL

 
Um caça F-16 da Força Aérea da Turquia caiu nesta segunda-feira na região de Osmaniye, perto da fronteira com a Síria e na região sul-oriental do país, informou a televisão privada turca Ntv.

Segundo a aeronáutica militar turca, o F-16 estava em voo de adestramento e o piloto conseguiu se salvar, ejetando o banco e depois descendo de pára-quedas.

Também nesta segunda-feira, subiu a 49 o número de mortos no atentado duplo que ocorreu no sábado passado na cidade turca de Reyhanli, província de Hatay e perto da fronteira síria.

A imprensa de Ancara informou que os socorristas encontraram mais dois corpos nas ruínas de um prédio atingido. Cerca de 50 feridos estão hospitalizados, metade dos quais em condições críticas. Segundo o jornal Hurriyet, o maior do país e de Istambul, foram encontrados três corpos nas ruínas, em dois locais diferentes do prédio atingido pelos dois carros-bomba.

A polícia turca já deteve nove suspeitos, todos cidadãos turcos. Segundo alguns jornais de Ancara, os suspeitos fazem parte de um grupo terrorista marxista turco, o Acilciler, que teria ligações com o serviço secreto sírio, o Mukhabarat.

Já o jornal Hurriyet não descartou o envolvimento de extremistas islâmicos, turcos ou sírios, nos ataques. O Hurriyet informou que 38 das vítimas foram identificadas e três eram sírias. O ministro do Interior da Turquia, Muammer Güler, declarou nesta segunda-feira que o serviço secreto do presidente sírio Bashar al- Assad está por trás dos ataques, em conexão com uma organização "terrorista" turca. O vice-primeiro-ministro turco, Beshir Atalay, disse que o serviço secreto sírio agiu dentro da Turquia.

"Nós sabemos qual é a organização, quem eles são. Sabemos com certeza absoluta que o atentado não teve nada a ver com os refugiados sírios", disse Atalay. 

Fonte: UOL

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts