GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

terça-feira, julho 23, 2013

NASA publica artigo sobre Satélite Argentino-Brasileiro de Informação Ambientais Marinhas

By on 23.7.13
A Astrobiology Magazine, publicada pela agência espacial dos Estados Unidos (NASA), destacou nesta semana artigo de pesquisadores brasileiros sobre a missão Sabia-Mar (Satélite Argentino-Brasileiro de Informação Ambientais Marinhas).
O satélite é fruto de uma parceria entra Agência Espacial Brasileira, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e a Comisión Nacional de Actividades Espaciales (Conae), da Argentina.
Bruno Martini e Maurício Almeida, do Centro de Estudos do Mar (CEM) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), são os autores do artigo "The color of the ocean: the Sabia-Mar Mission" (A cor do oceano: a Missão Sabia-Mar).
O artigo detalha aspectos da missão com aplicações no estudo dos ecossistemas oceânicos, ciclo do carbono, mapeamento do hábitat marinho e observação costeira.
Estudos da cor do mar
Dados da cor do oceano obtidos por satélites são usados no estudo da biosfera oceânica, de sua dinâmica e de seus impactos nas atividades antropogênicas.
Esses dados são necessários para quantificar mudanças oceânicas globais em diversas escalas de tempo (de meses a décadas). Os dados de cor do oceano são essenciais na estimativa de produção primária de fitoplâncton, que se relaciona diretamente à absorção de dióxido de carbono (CO2).
Esses dados têm aplicação em monitoramento da qualidade da água e do transporte de sedimentos (erosão) nas regiões costeiras, gerando informação para atividades pesqueiras e de aquicultura (fazendas marinhas).
Há, ainda, o estudo da influência dos oceanos sobre as mudanças climáticas, que exige séries de dados longas e contínuas.
Dessa forma, a missão Sabia-Mar, além de contribuir para os estudos regionais argentinos e brasileiros, poderá beneficiar a comunidade internacional na área de clima e mudanças globais, reforçando o papel dos dois países no cenário mundial.
Satélites Sabia-Mar
O projeto Sabia-Mar consiste em uma dupla de satélites baseados na plataforma brasileira PMM (Plataforma Multimissão), desenvolvida pelo Inpe.
Os sensores do Sabia-Mar deverão ser capazes de realizar a observação global com resolução de 1 quilômetro e revisita diária, além da observação costeira regional e de águas interiores com resolução de 200 metros e revisita de dois dias, com dados disponíveis em tempo real e capacidade de gravação a bordo.
A partilha de tarefas e custos ainda não está totalmente definida por Brasil e Argentina, mas deverá ser feita em bases igualitárias (50% e 50%) para o desenvolvimento do segmento espacial, serviço de lançamento e segmento de aplicações (exceto infraestrutura). Os custos de segmento solo e demais infraestruturas serão absorvidos independentemente pelos dois países, segundo suas necessidades.
A fase A do projeto, iniciado em 2010, deverá estar concluída neste ano. O lançamento do primeiro satélite deverá ocorrer em 2018, e o do segundo, em 2019.


0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts