GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

sexta-feira, agosto 30, 2013

EUA querem atacar Síria mesmo sem britânicos e buscam apoio

By on 30.8.13
O secretário de Defesa americano, Chuck Hagel, afirmou nesta sexta-feira (30) em Manila que os Estados Unidos seguirão em busca de uma coalizão internacional para dar resposta ao uso de armas químicas na Síria, mesmo com o Parlamento britânico votando contra a participação do país.
"Seguiremos tentado formar uma coalizão internacional que atue unida", disse Hagel durante uma entrevista coletiva, na qual ressaltou que muitos governos do mundo expressaram publicamente sua condenação ao uso de armas químicas contra a população na Síria.
Em relação à rejeição do Legislativo do Reino Unido à intervenção, Hagel foi categórico ao dizer: "cada nação tem a responsabilidade de adotar suas próprias decisões, e nós a respeitamos"
 Hagel não quis especular sobre que o governo sírio poderia fazer para evitar uma intervenção, mas apontou que, até o momento, o regime de Bashar Assad não apresentou uma postura diferente e nem mudou de atitude. O secretário de Defesa americano conclui hoje em Manila uma viagem pelo Sudeste Asiático, na qual desenvolveu com as autoridades da região a nova política dos Estados Unidos em direção ao Pacífico, além de abordar a questão síria. Em sua visita, Hagel passou pela Malásia, Indonésia, Brunei - onde participou da reunião de ministros da Defesa da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean)--, e por último Filipinas.

Do UOL

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts