GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

terça-feira, setembro 24, 2013

US$ 5 bilhões: China concederá novo crédito à Venezuela

By on 24.9.13
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, confirmou neste domingo em Pequim a assinatura de uma nova linha de crédito com a China no valor de 5 bilhões de dólares e um convênio para produzir 200.000 barris de petróleo adicionais por dia no Cinturão do Orinoco.

Foi alcançado um acordo (com o Banco de Desenvolvimento da China) para "um crédito de 5 bilhões de dólares para o desenvolvimento", escreveu Maduro em sua conta oficial do Twitter, a partir de Pequim, em sua primeira viagem oficial a este país asiático.

"Com este crédito financiaremos habitação, agricultura, transporte, indústria, estradas, eletricidade, mineração, saúde, ciência e tecnologia", acrescentou o presidente venezuelano.

No âmbito energético, o chefe de Estado confirmou que foi alcançado um convênio entre Venezuela e a empresa chinesa Sinopec, que exigirá um investimento de 14 bilhões de dólares e que se traduzirá na produção conjunta de 200.000 barris de petróleo por dia no bloco Junin 1 do Cinturão Petrolífero do Orinoco.

Venezuela e China, com um intercâmbio comercial de mais de 20 bilhões de dólares em 2012, mantêm uma aliança estratégica em áreas como energia, indústria, tecnologia e habitação.
 
Do DP

A Venezuela firmou com a China 24 acordos nas áreas de infraestrutura, habitação, energia, alta tecnologia, telecomunicações, transporte, finanças, petróleo e gás durante a visita do presidente Nicolás Maduro ao país, anunciou a Agência Venezuelana de Notícias.
Os acordos incluem acertos com 20 empresas chinesas que já atuam em território venezuelano.
“Ratifiquei às empresas chinesas que a Venezuela é o território ideal para investimentos e o fortalecimento de todas estas empresas, não somente para o mercado e a economia venezuelana, como também como plataforma ao mercado e à economia integrada que está surgindo em nossa região”, afirmou o presidente.

Maduro ainda propôs a criação de uma comissão especial de planejamento para elaborar um plano de desenvolvimento China-Venezuela pelos próximos dez anos.
“Visualizemos os próximos dez anos em cada campo de cooperação, sob os princípios que construímos de benefício mútuo, ganhos compartilhados, gradualidade, planejamento perfeito e máxima eficiência”, disse.

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts