GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

segunda-feira, abril 14, 2014

AP-3C Orion detecta possível sinal de sonar em busca pelo voo MH370

By on 14.4.14
Um avião de patrulha marítima da Austrália detectou possíveis sinais acústicos que poderiam ser de um sonar do do avião desaparecido da Malaysia Airlines, informou nesta quinta-feira (10) a agência australiana que coordena as buscas, segundo a “CNN”. O voo MH370, com 239 pessoas a bordo, desapareceu em 8 de março. O sinal foi detectado na mesma zona onde são realizadas as buscas.
"O sinal acústico tem que ser analisado, mas tem potencial de pertencer a um objeto que tenha sido fabricado por humanos”, afirmou o chefe Centro de Coordenação de Agências Conjuntas, Angus Houston, em comunicado.
O sinal foi captado por um avião AP-3C Orion da força aérea à tarde na área onde o navio australiano Ocean Shield, que tem a bordo um localizador de caixas-pretas e um veículo submersível de controle remoto, centra suas buscas. A embarcação já tinha registrado sinais acústicos no sábado e na terça-feira.
As autoridades australianas decidiram nesta quinta reduzir pelo segundo dia a área do oceano Índico onde se procura o avião, informam fontes oficiais.
A área de resgate abrangerá 57.923 quilômetros quadrados frente aos 75.423 quilômetros quadrados de quarta-fera (9).
Nas operações realizadas nesta quinta cerca de 2.280 quilômetros ao noroeste da cidade australiana de Perth participaram dez aviões militares e quatro civis, além de 13 embarcações no meio de uma jornada marcada por ventos moderados, chuvas isoladas e uma visibilidade de 5 mil metros.
A busca submarina foi realizada no extremo norte da área designada para esta missão pela embarcação australiana Ocean Shield, enquanto para o sul foram o navio chinês Haixun 01 e o britânico Echo.
Nesta quarta, o chefe do centro coordenador do resgate, Angus Houston, anunciou que o Ocean Shield detectou na terça-feira dois sinais, um de 5 minutos e 32 segundos e outro de 7 minutos, perto da área onde dias antes este mesmo navio captou outras duas transmissões parecidas às transmitidas pelas caixas-pretas dos aviões.
A busca submarina tenta localizar a maior quantidade de transmissões das caixas-pretas antes que se esgotem suas baterias para poder enviar ao submarino Bluefin 21 que viaja a bordo do Ocean Shield para investigar no leito marinho, a cerca de 4.500 metros de profundidade.
Diversos aviões e navios avistaram ontem uma grande quantidade de objetos na área de busca, mas somente um reduzido número deles puderam ser recuperados, informou em comunicado o organismo coordenador da missão.
Aparentemente nenhum dos objetos foi vinculado ao avião como ocorrem em oportunidades anteriores quando as equipes de resgate avistaram ou recuperaram objetos do mar que não pertenciam ao Boeing 777 desaparecido.
O avião do voo MH370 decolou de Kuala Lumpur com 239 pessoas a bordo rumo a Pequim na madrugada do dia 8 de março e desapareceu dos radares civis da Malásia 40 minutos após decolar, e desde então não foi encontrado qualquer vestígio.

Do G1

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts