GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

segunda-feira, abril 20, 2015

FAB nega irregularidades na compra de caças suecos

By on 20.4.15

A FAB (Força Aérea Brasileira) negou, nesta sexta-feira (10), qualquer irregularidade na compra de 36 aeronaves militares suecas, após o MPF (Ministério Público Federal) decidir investigar o contrato de aquisição. A suspeita dos promotores é que o preço dos caças tenha aumentado.
A Aeronáutica esclareceu que nenhum valor foi pago ainda porque o contrato de financiamento precisa ser assinado. Em 2009, a FAB apresentou a proposta final ao fabricante, a Saab, em um valor equivalente a US$ 4,5 bilhões.
Em 2013, o contrato de aquisição foi firmado no valor de 39,8 bilhões de coroas suecas. Naquela época, isso equivalia a US$ 5,4 bilhões. Porém, a coroa sueca se desvalorizou em relação ao dólar e hoje esse mesmo contrato estaria na casa dos US$ 4,6 bilhões.

Em 2013, o contrato de aquisição foi firmado no valor de 39,8 bilhões de coroas suecas. Naquela época, isso equivalia a US$ 5,4 bilhões. Porém, a coroa sueca se desvalorizou em relação ao dólar e hoje esse mesmo contrato estaria na casa dos US$ 4,6 bilhões.
No entanto, a FAB não informou em qual moeda o financiamento será assinado. Lembrando que o dólar teve forte valorização em relação ao real no último ano.
Os caças Gripen NG vão substituir os franceses Mirage 2000, cuja vida útil já terminou. Segundo a Força Aérea, os novos aviões ficarão em operação por 30 anos.
Em nota, a FAB diz que “o processo de aquisição em questão envolve mais de 30 mil páginas de estudos técnicos pautados na valorização dos aspectos comerciais, técnicos, operacionais, logísticos, industriais, compensação comercial (offset) e transferência de tecnologia”.
Fonte: R7

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts