GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

quinta-feira, julho 30, 2015

Angola: Processo de modernização da Força Aérea estará completo até 2017

By on 30.7.15
Em entrevista exclusiva à Angop, por ocasião dos 40 anos da independência nacional, o oficial do Exército reconheceu que para o momento actual, em termos de meios e equipamento, a capacidade é limitada, mas a FANA está a reequipar-se.
“Somos uma força a preparar-se para o novo momento do país e até 2017 nós teremos a Força Aérea toda reedificada. É claro que muita coisa mudou, já não somos um país em guerra, as necessidades do país passam a ser outras, mas nós não podemos nunca descorar a defesa da nossa soberania”, frisou.
Para o efeito, informou a Força Aérea fez já encomendas para a aquisição de aviões modernos sem, contudo, apontar o tipo de aeronave e país de origem.
Entre os meios aéreos da FANA destacam-se aviões de instrução e de transporte, de caça e bombardeiros, além de helicópteros do tipo Tucano e Cessna, com destaque para os Yak-40, Antonv-24, 32 e 72, IL-76, El-29, Zlin-129, Mig-23, Su-22, Su-27, Allouet-3, Gazela, Bell-212, MI-35 e 17.
A Força Aérea Nacional, fundada em 21 de Janeiro de 1976, tem como objectivo assegurar a defesa da integridade do espaço aéreo e ajudar no controlo das plataformas, continental e marítima, da República de Angola.
À Luz dos acordos de Bicesse, a Força Aérea Popular de Angola/Defesa Antiaérea (FAPA/DAA) foi redimensionada, em Setembro de 2002, e passou a designar-se Força Aérea Nacional (FANA).

Fonte: portalangop

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts