GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

quarta-feira, setembro 02, 2015

OTSC o embribrião de um novo pacto de Varsóvia?

By on 2.9.15

O vice-secretário-geral da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC), Vitaly Semerikov, anunciou a criação de uma Força Aérea coletiva da OTSC durante a cerimônia de início dos exercícios da organização Interação 2015.

A nova força irá assegurar o transporte de contingentes da organização para qualquer região onde sejam necessários.

A OTSC é uma aliança militar intergovernamental criada em 15 de maio de 1992. Os membros da organização são a Armênia, a Bielorrússia, o Cazaquistão, o Quirguistão, a Rússia e o Tadjiquistão. Todos os países participam dos exercícios.
Os exercícios conjuntos Interação 2015 se realizam todos os anos desde 2009 no território de um dos países da OTSC e visam melhorar a cooperação entre os integrantes da organização.
Segundo a carta de intenções da OTSC, todos os Estados participantes devem se abster da utilização ou da ameaça do uso da força.

Nota1: Titulo original: Aliados russos podem criar Força Aérea coletiva.
 
Nota2: O Pacto de Varsóvia ou Tratado de Varsóvia foi uma aliança militar formada em 14 de maio de 1955 pelos países socialistas do Leste Europeu e pela União Soviética, países estes que também ficaram conhecidos como bloco de leste. O tratado correspondente foi firmado na capital da Polônia, Varsóvia, e estabeleceu o alinhamento dos países membros com Moscou, estabelecendo um compromisso de ajuda mútua em caso de agressões militares e legalizando na prática a presença de milhões de militares soviéticos nos países do leste europeu desde 1945. O organismo militar foi alegadamente instituído em contraponto à OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), organização internacional que uniu as democracias da Europa Ocidental e os Estados Unidos para a prevenção e defesa dos países membros contra eventuais ataques vindos do Leste Europeu.
Os países que fizeram parte do Pacto de Varsóvia eram alguns nos quais foram instituídos governos socialistas pela União Soviética, após a Segunda Guerra Mundial. Os membros da aliança foram a União Soviética, Polónia, República Democrática Alemã, Checoslováquia, Hungria, Romênia, Bulgária, Albânia (esta última retirou-se em 1968), sendo que a estrutura militar seguia as diretrizes soviéticas. A Iugoslávia, por oposição do Marechal Tito, se recusou a ingressar no bloco.
Porém, as principais ações do Pacto foram dentro dos países-membros para a repressão de revoltas internas. Em 1956, tropas reprimiram manifestações populares na Hungria e Polônia, e em 1968, na Tchecoslováquia, na chamada Primavera de Praga que pediam a descentralização parcial da economia e a democratização.
As mudanças no cenário geopolítico da Europa Oriental no final da década de 1980, com a queda dos governos socialistas, o fim do Muro de Berlim, o fim da Guerra Fria e a crise na União Soviética levaram à extinção do Pacto em 31 de março de 1991. O fim do Pacto de Varsóvia representou, também, o fim da Guerra Fria.
Seis anos depois, a OTAN convida a República Tcheca, Hungria e Polônia a ingressarem na organização, demonstrando uma nova configuração das forças militares na Europa pós-Guerra Fria. Fonte: Wikipédia

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts