GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

quarta-feira, abril 27, 2016

Boeing F-15 Eagle na mira do Qatar e Super Hornet para o Kuwait

By on 27.4.16
O governo do Estados Unidos está preste a autorizar duas vendas de caças da Boeing para o Qatar e Kuwait, que há muito tempo vem sendo adiada. O anúncio do negócio de bilhões de dólares pode ser anunciado esta semana durante a visita do presidente Barack Obama ao Golfo, segundo a agência de notícias Reuters, retirado de fontes familiarizadas com o assunto.
Ambas vendas foram adiadas em meio a preocupações levantadas por Israel, temendo que as aeronaves enviadas para os países do Golfo caíssem em mãos erradas e ser usadas contra Israel.
No entanto, o Pentágono e o Departamento de estado já havia dado autorização para a venda de cerca de 36 caças F-15 Eagle para o Qatar e 24 caças F/A18E/F Super Hornet para o Kuwait, ambas aeronaves construídas pela Boeing.
Ainda de acordo com a publicação Reuters, a venda para Kuwait está avaliada em cerca de $3 bilhões de dólares, enquanto a venda para o Qatar ronda os $4 bilhões de dólares.
“Agora, o último obstáculo é conseguir aprovação do Conselho de Segurança Nacional e da Casa Branca”, disse uma das fontes a Reuters.
O Pentágono e o Conselho de Segurança Nacional não comentaram sobre as vendas.
Autoridades de altas patentes norte-americanas, que inclui o secretário da Marinha Ray Mabus, mostraram publicamente a necessidade de aprovação das vendas, o que vai permitir manter a produção de caças de quarta geração da Boeing, enquanto os avançados F-35 entra em serviço nos próximos anos.
Outra alta patente da defesa americana, informou que o Pentágono está ansioso para ver os F-15 e F/A-18 em produção nas linhas de St. Louis.
Segundo a Reuters, a Boeing já está a gastar “centenas de milhões” de dólares na aquisição de materiais para uma possível encomenda do Kuwait para os F/A-18E/F Super Hornets e uma encomenda colocada na lista de “prioridades não financiadas” para 12 jatos para Marinha dos Estados Unidos.
A preocupação maior vai para a linha de produção dos F-15, que está previsto terminar em 2019, após o término de uma grande encomenda para Arábia Saudita, a menos que um pedido adicional seja aprovado.


0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts