Caças Sukhoi indianos receberão casulo diretor de mísseis Brahmos - HANGAR DO VINNA

Breaking

GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

quinta-feira, janeiro 15, 2009

Caças Sukhoi indianos receberão casulo diretor de mísseis Brahmos


Caças Sukhoi indianos receberão casulo diretor de mísseis Brahmos

Fonte: Alinde

Dois jatos de combate Sukhoi-30MKI da Indian Air Force (IAF) foram enviados à Rússia para receber uma modernização que os permitirá lançar a versão aerotransportada do míssil de cruzeiro supersônico BrahMos que a Índia e a Rússia desenvolveram conjuntamente, declarou uma fonte oficial.

'A versão aerotransportada do BrahMos mísseis será disparada da plataforma Su-30MKI. Estávamos em negociações com a Sukhoi e com a IAF neste sentido. Finalmente dois Su-30MKIs da IAF foram enviados à Rússia para a modernização,' om alto funcionário da BrahMos Aerospace, empresa que fabrica o míssil, disse anonimamente à IANS.

'O programa da versão aerolançada do BrahMos vem progredindo muito bem. Após ser programado, o míssil é lançado da aeronave e se auto-guiará na direção ao alvo voando a uma altitude de 50 metros,' explicou a fonte.

'A versão aérea mede quase nove metros de comprimento e requere modificações na fuselagem do avião. Ima vez que a empresa Sukhoi se encontra ocupada com o desenvolvimento do seu caça de quinta geração, cientistas da organização indiana DRDO (Defence Research and Development Organisation) scientists, junto com especialistas russos se encarregarão da realização destas modificações' disse a fonte.

As modificações devem ser concluídas no início de 2010.

Uma vez realizado isso, o BrahMos se converterá num ‘míssil de cruzeiro universal' da Índia devido à sua capacidade de ser lançado tanto de terra, quanto do mar – desde submarinos ou navios – e, agora, também do ar.

As versões terrestre e naval já se encontram em serviço com Exército e a marinha da Índia.

A marinha integrou a versão antinavio do BrahMos nos seus navios de guerra, iniciando-se pelo INS Rajput, e deverá seguir com a integração nos demais navios desta mesma classe. Os mísseis também serão instalados nos três destróieres de 7,000 toneladas da classe Kolkata atualmente em construção no estaleiro Mazagon Docks, em Mumbai.

Em 18 de dezembro do ano passado a marinha realizou um disparo de teste deste míssil de um lançador vertical num navio operando na Baía de Bengala. Todos os disparos anteriores foram conduzidos desde lançadores inclinados.

O míssil que recebeu este nome em homenagem aos rios Brahmaputra e Moskva, tem um alcance de quase 300 km e carrega uma cabeça de combate convencional de 300 kg. Ele atinge velocidades de até Mach 2.8 Mach ou quase três vezes a velocidade do som.

A BrahMos Aerospace Private Limited foi estabelecida na Índia como uma ‘joint venture’ fruto de um acordo inter-governamental assinado entre a Índia e a Rússia em fevereiro de 1998.

http://img255.imageshack.us/img255/3492/brahmos5ve5.jpg

Indian Air Force Sukhoi jets being retrofitted with cruise missile pods

Fonte: The Economic Times

Two Indian Air Force (IAF) Sukhoi-30MKI combat jets have been sent to Russia for a retrofit that would enable them launch the aerial
version of the BrahMos supersonic cruise missile that India and Russia have jointly developed, an official said.

"The aerial version of the BrahMos missiles will be delivered from the Su-30MKI platform. We were in talks with Sukhoi and the IAF for it. Finally two Su-30MKIs of the IAF have been sent to Russia for retrofitting," a senior official of BrahMos Aerospace that manufactures the missile, told IANS, speaking on condition of anonymity.

"The aerial version of BrahMos is coming along very well. After being programmed, the missile will be released from the aircraft and will auto-launch towards its target when it reaches an altitude of 50 metres," the official explained.

"The aerial version is nearly nine metres long and this requires modifications of the aircraft's fuselage. Since the Sukhoi company is busy with designing a fifth generation fighter, (India's) DRDO (Defence Research and Development Organisation) scientists, along with Russian experts, will carry out the necessary modifications," the official said.

The modifications will be completed by early 2010.

Once this happens, BrahMos will become a "universal cruise missile" due to its ability to be launched from land, sea - from both ships and submarines - and the air.

The land and naval versions have already been inducted into service with the Indian Army and the Indian Navy.

The navy has integrated anti-ship versions of the BrahMos on its warships, including INS Rajput, and is integrating it on to two other ships of the same class. The missiles will also be mounted on the three 7,000-tonne Kolkata class destroyers currently being constructed at Mumbai's Mazagon Docks.

The navy had Dec 18 last year test-fired the missile from a vertical launcher on a ship in the Bay of Bengal. All earlier launches had been carried out from inclined launchers.

The missile, which takes its name from the Brahmaputra and Moskva rivers, has a range of nearly 300 km and carries a 300 kg conventional warhead. It can achieve speeds of up to 2.8 Mach or nearly three times the speed of sound.

BrahMos Aerospace Private Limited was established in India as a joint venture through an inter-governmental agreement signed between India and Russia in February 1998.

Um comentário:

Miguel Junior disse...

Imagine o caça-multifuncional 4ª++geração mais veloz, mais manobrável, de maior velocidade de ascensão, de maior alcance em seus envelopes, com o melhor acento ejetável do planeta, o "0-0"Mach 1.8, SVEZDA K-36D, com o radar de maior capacidade de detecção (400km e, exceto o AN-APG81 do F-22, a detectar caças "stealth" a 90Km, recebe AGORA a capacidade de disparo do ÚNICO míssil de cruzeiro supersônico do mundo, o BRAHMOS... e a caminho de se tornar até meados do ano que vem em hipersônico... Acredito que perdemos a chance de termos o melhor vetor 4++, além de perdermos a chance de um Novo Centro de Excelência Tecnológica sem precedentes em todo planeta!...pena.
abraço,
Miguel Junior
migueljunior@gmail.com

Sponsor

AD BANNER



Os Indianos vão acabar voltando atrás e comprando o Gripen NG

Videos Recomendados

Acidente do 737 MAX


Drones Para Uso policial



Abate de Avião Russo incrementa a tensão na Siria






A MELHOR HISTÓRIA DE AVIAÇÃO DE TODOS OS TEMPOS


BANNER 728X90