GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

segunda-feira, março 14, 2011

Sufocando a Rebelião: 'Brega' retorna ao controle de Kadhafi

By on 14.3.11

As forças militares da Líbia leais ao ditador Muammar Kadhafi entraram na cidade de Brega, no leste do país, neste domingo (13), segundo a TV estatal líbia.

De acordo com um militar citado pela TV, a cidade foi liberada das "gangues armadas" que a dominavam.

Um correspondente da France Presse testemunhou a retirada dos rebeldes da cidade.


As tropas pró-Kadhafi vão ganhando em seu contraataque contra os rebeldes que, desde 15 de fevereiro, pedem a renúncia do coronel e vinham dominando várias regiões do país.

Na véspera, os governistas recuperaram a importante cidade portuária de Ras Lanuf.

"O povo líbio precisa de ajuda. Estamos em perigo. O leste está em perigo', disse neste domingo Abdel Hadi Omar, um rebelde civil, em área próxima de Ajdabiyah.

Ao mesmo tempo, a Liga Árabe afirmou que Kadhafi não tem mais legitimidade para governar o país e declarou apoio à possível criação de uma zona de exclusão aérea no país em crise.

Fonte: G1

1 comentários:

Probus disse...

Enquanto isso, a Human Rights fecha seus parciais olhinhos. Afinal, tem uma LÍBIA logo ali, porque se preocupar com os subterrâneos do PENTÁGÓNO???

PARTE DE: Um caso para Dilma tratar com Obama

Porta-voz PJ Crowley, do Departamento de Estado dos EUA renuncia, depois de criticar tortura do soldado Bradley Manning

FONTE: The Guardian

PJ Crowley, porta-voz oficial do Departamento de Estado, tombou vítima da própria espada, ao dizer que o tratamento dado a Bradley Manning, acusado [ainda sem qualquer prova] de ser a fonte que entregou a WikiLeaks os arquivos sigilosos de telegramas diplomáticos sigilosos, que continuam a ser divulgados, seria “contraproducente e estúpido”.

A renúncia vem logo depois de Crowley ter feito aquelas observações, em seminário realizado no MIT, sobre o tratamento que Manning está recebendo numa prisão militar dos EUA.

Crowley disse textualmente: “O que o Departamento da Defesa está fazendo a Bradley Manning é ridículo, contraproducente e estúpido”.

A frase obrigou o presidente Obama a manifestar-se pela primeira vez sobre o modo como o soldado Manning está sendo tratado na prisão de Quantico, base da marinha, na Virginia. Obama defendeu a tortura de Manning. Disse que havia sido informado pelo Pentágono de que os procedimentos eram apropriados.

Na carta em que apresenta sua renúncia ao posto, Crowley diz que assume total responsabilidade pelo que disse. Disse que considera os vazamentos “crime grave, nos termos da lei dos EUA”, mas não desmentiu críticas anteriores ao Pentágono.

Em palavras que podem ainda causar novas dificuldades para Obama, Crowley escreveu que seus comentários “visavam a lançar luz sobre o impacto muito maior, impacto talvez estratégico, de ações clandestinas empreendidas como rotina por agências de segurança nacional dos EUA, na imagem e na liderança global dos EUA. O exercício do poder nos tempos desafiadores que vivemos, e o trabalho da mídia, têm de ser prudentes e consistentes com a lei e os valores norte-americanos.”

http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/porta-voz-denuncia-tortura-a-manning-e-renuncia.html

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts