Os Indianos vão acabar voltando atrás e comprando o Gripen NG

F-16 e cessna colidem em pleno voo nos EUA

Postado por Vinna terça-feira, julho 07, 2015 0 comentários

Um avião de combate F-16 colidiu em pleno voo, nesta terça-feira, com uma aeronave civil Cessna na Carolina do Sul (sudeste dos Estados Unidos), informou a Agência Federal de Aviação americana (FAA), em um comunicado.
O piloto do caça conseguiu se ejetar antes do choque dos aviões, reportou a base aérea Shaw, na Carolina do Sul, onde operava o F-16.
O homem foi levado para a base para fazer um check-up médico.
Por enquanto, não foi possível obter nenhuma informação sobre o que aconteceu com o piloto e o eventual passageiro do Cessna C 150, um pequeno bimotor de uso muito comum.
"Nossos pensamentos e orações estão com os amigos e familiares dos que estavam a bordo" da pequena aeronave civil, acrescentou a base militar em um comunicado.
O acidente aconteceu na última hora da manhã, 18 km ao norte de Charleston, o grande porto da Carolina do Sul.
Trata-se do segundo acidente de um F-16 nas últimas semanas nos Estados Unidos. Um F-16 iraquiano caiu no Arizona em 24 de junho, enquanto fazia manobras, provocando a morte do piloto, de nacionalidade iraquiana.

Do Yahoo

Su-25 iraquiano bombardeia Bagdá por engano e deixa mortos

Postado por Vinna segunda-feira, julho 06, 2015 0 comentários

Um avião de combate do exército iraquiano bombardeou por engano nesta segunda-feira a zona leste de Bagdá por um "problema técnico" e matou pelo menos sete pessoas.
"Uma das bombas ficou presa por um problema técnico e durante o retorno da aeronave para a base caiu sobre três casas em Bagdá Jadida", informou o porta-voz das forças de segurança, o general de brigada Saad Maan.
O avião do tipo Sukhoi retornava à base depois de executar um bombardeio quando aconteceu o acidente, afirmou Maan.
As autoridades informaram que a explosão, que aconteceu perto da base aérea de Rasheed, também deixou 11 feridos.
O Iraque recebeu 25 aviões Sukhoi Su-25 da Rússia e do Irã no ano passado, com o objetivo de ajudar as forças de combate do país nas ações contra o grupo Estado Islâmico, que controla amplas faixas de território do país.
A frota iraquiana é antiga e já foi muito utilizada na batalha contra os jihadistas. O governo dos Estados Unidos aprovou uma venda de 36 aviões F-16 ao Iraque, mas as aeronaves ainda não foram entregues.

Do G1

No primeiro dia do Salão da Aeronáutica de Paris Le Bourget, a Embraer anunciou a assinatura de um contrato com o Ministério da Defesa da República do Mali para fornecer seis caças A-29 Super Tucano. O modelo, considerado um dos melhores custo-benefício do segmento, já é utilizado por diversos países africanos.

Na cerimônia de assinatura da parceria, no Salão de Le Bourget, o ministro da Defesa do Mali, Tieman Coulibaly, disse estar satisfeito com a cooperação militar com o Brasil e creditou a escolha do modelo a sua “versatilidade e robustês”. O contrato inclui o apoio logístico e treinamento dos pilotos e mecânicos da Força Aérea maliana.
O país africano pretende usar os aviões em operações de vigilância de fronteiras e segurança interna. Desde 2013, o Mali combate rebeldes e terroristas no norte do país, com apoio de uma coalizão internacional liderada pela França.
190 Super Tucano pelo mundo
O A-29 Super Tucano é utilizado por 10 países em três continentes, incluindo a Força Aérea norte-americana, que conta com os aviões brasileiros em seu programa Light Air Support. Com 10 anos de operação, o Super Tucano conta com 230 mil horas de voo e 30 mil de combate. A Embraer recebeu cerca de 210 encomendas do modelo, tendo entregue 190 aeronaves até agora.
O Salão Internacional da Aeronáutica de Le Bourget, na periferia de Paris, abriu as portas nesta segunda-feira (15) com um recorde de participantes vindos de 47 países e muito otimismo. As principais construtoras estimam uma demanda ao redor de 35 mil aeronaves para os próximos 20 anos, impulsionada principalmente pelos países emergentes.

Do RFI

Antártica, entre novembro deste ano e janeiro de 2016, o avião Hércules C-130 que se acidentou no fim de 2014 durante o pouso na base Eduardo Frei, que pertence ao Chile. Segundo o órgão, o avião deve ser recuperado no local e retornar ao país voando.
A Força Aérea Brasileira (FAB) afirma que pretende retirar da
Em reportagem publicada pelo G1 em fevereiro, a FAB havia divulgado que não sabia se a aeronave passaria por manutenção para o voo ou se seria desmontada e trazida em navio.
Em 27 de novembro, o cargueiro repleto de militares e civis pousou de barriga, o que provocou danos em uma de suas hélices e nos trens de pouso. O impacto não deixou feridos, mas causou vazamento de combustível sobre a neve. A conclusão da investigação sobre o acidente não foi divulgada pela Aeronáutica “por questões de segurança nacional”.
Desde então, o Hércules C-130 permaneceu no território antártico. Mas, segundo especialistas, o fato de o país manter a aeronave por lá estaria ferindo o Tratado Antártico, que rege as atividades na região e proíbe os Estados-membros de deixarem resíduos em qualquer parte do território, com biodiversidade considerada sensível a impactos ambientais
A Aeronáutica afirma que vazamentos de fluidos logo após o acidente foram contidos e resíduos líquidos derramados no solo por causa de danos nos motores e no trem de pouso foram recolhidos. Além disso, foi feita a raspagem da neve contaminada na hora do acidente.
Recuperação iniciada
Segundo a FAB, entre março e abril deste ano, uma equipe de militares e civis esteve na base antártica para içar a aeronave sobre macacos-cavaletes.
A operação, chamada de “primeira fase”, tinha o objetivo de preparar o Hércules para reparos estruturais no trem de pouso direito, na asa direita e na área inferior da fuselagem principal, afetados no acidente. Para essa operação, foram desembolsados R$ 1,62 milhão.
Entre os meses de novembro e janeiro, quando as condições climáticas na Antártica estão menos severas, é que serão executadas as tarefas de manutenção “necessárias para recuperar a aeronave e colocá-la em condições de voo”.
O avião, que tem pouco menos de 30 metros de comprimento, realizava o traslado de civis e militares entre Punta Arenas, no Chile, para a base antártica quando sofreu o acidente.
O trecho integra a logística da FAB e da Marinha para levar cientistas e militares à estação Comandante Ferraz, na Baía do Almirantado, dentro do Programa Antártico Brasileiro (Proantar).
O local, reconstruído de forma provisória após incêndio ocorrido em 2012 (que causou a morte de dois militares), abriga pesquisadores responsáveis por estudos sobre mudanças climáticas, meteorologia, vida marinha, arquitetura e etc. Da base chilena até Comandante Ferraz, o trajeto é feito de helicóptero ou por navio – modal utilizado com mais frequência.
Uma nova estação será construída no local. Em maio, a Marinha confirmou que a empresa chinesa Ceiec será a responsável por erguer o complexo, que deve ficar pronto em 2018. O custo estimado é de US$ 99,6 milhões.


Do G1

A defesa aérea da Arábia Saudita interceptou neste sábado um míssil Scud lançado pelos rebeldes iemenitas contra uma cidade saudita próxima da fronteira entre os dois países, informou o comando da coalizão internacional contra os houthis, que é liderada pelo reino saudita.
Em comunicado divulgado pela agência oficial do país, a “Spa”, o comando, que acusou os rebeldes houthis e as forças do ex-presidente iemenita Ali Abdullah Saleh pelo ataque, explicou que o míssil tinha como alvo a cidade de Khamis Meshid e que o mesmo foi interceptado.
Em resposta ao ataque, o Exército saudita bombardeou e destruiu uma base para o lançamento de mísseis situada na província iemenita de Saada, reduto dos houthis e próxima da fronteira com a Arábia Saudita.
Horas antes, aconteceram combates entre as partes nas províncias sauditas de Yazan e Nashran, que se prolongaram durante várias horas, informou hoje a liderança da coalizão.
O ataque foi planejado e efetuado por membros da Guarda Republicana iemenita, que integra as forças de Saleh, com apoio dos rebeldes houthis.
Os sauditas sofreram quatro baixas entre soldados integrantes da Guarda Nacional e da Guarda Fronteiriça, segundo a nota, enquanto as forças sauditas mataram dezenas de insurgentes iemenitas.
A coalizão liderada pela Arábia Saudita vem fazendo bombardeios desde março contra posições dos rebeldes houthis, que controlam Sana, a capital do Iêmen, e amplas regiões do país, para evitar que cheguem à cidade de Áden, a principal do sul e bastião das forças leais ao presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi.
Esses ataques acontecem depois que o movimento xiita dos houthis anunciou há dois dias, de forma extraoficial, que participará “sem condições prévias” da reunião em Genebra, organizada pela ONU e prevista para o próximo dia 14.
Este encontro seria o primeiro entre ambas as partes para buscar uma solução política para o conflito armado, que já deixou mais de 2 mil mortos e 1 milhão de deslocados internos.
Do Ultimo Instante


 Teóricos da conspiração têm alertado que o Exército dos EUA tem praticado exercícios que seriam, na verdade, uma preparação para o caso de um asteroide colidir com a Terra e acabar com a humanidade.
No próximo mês, um grande treinamento militar chamado "Jade Helm" será realizado em vários Estados americanos com 1.200 soldados participantes, mas os detalhes de sua finalidade são escassos, de acordo com o jornal britânico "Daily Mirror".
Agora, conspiradores estão ligando este exercício às suas previsões de que um enorme asteroide irá atingir a Terra em setembro deste ano.
Um blogueiro do site Whistleblower800, que afirma investigar a corrupção no governo dos EUA, disse ter descoberto a razão para o treinamento.
Ele sugeriu que o "Jade Helm" seria uma "apólice de seguro" no caso de um asteroide se chocar com a Terra e tumultos proliferarem pelo país.
Ele escreveu: "Se chegarmos até o outono, este terá sido apenas um exercício de treinamento. Se não, teremos tropas de prontidão para lidar com o que seria pandemônio e caos. Os militares vão atirar em nós, porque seremos vistos como tolos que se recusam a aceitar os sacrifícios necessários para salvar o nosso planeta".
Vários blogueiros em sites de conspiração dizem ter previsto que a catástrofe iminente cairá em algum momento entre 22 e 28 de setembro.
Enquanto isso, teóricos bíblicos afirmam que o asteroide irá iniciar o arrebatamento e o início de uma tribulação --termo bíblico que descreve o período aflitivo que antecederia a volta de Jesus Cristo-- de sete anos.
A Nasa fez sua parte e divulgou um comunicado para tranquilizar as pessoas de que nenhum objeto grande é esperado para bater no planeta em "várias centenas de anos".
Um porta-voz disse: "A Nasa não conhece nenhum asteroide ou cometa atualmente em rota de colisão com a Terra, então a probabilidade de uma grande colisão é muito pequena. Na verdade, o melhor que podemos dizer, nenhum objeto grande deve atingir a Terra a qualquer momento nos próximos cem anos".

Do Terra

 

EUA em mega exercício militar interno a partir de julho de 2015


A partir de 15 julho até 15 setembro 2015, o Comando de Operações Especiais do Exército dos EUA estará a realizar um mega exercício militar em uma área que abrangerá todo o sudoeste americano. À primeira vista, pensa que este exercício será uma resposta aos exercícios militares maciços sendo conduzidos pela Rússia.,
Eu supunha erradamente que Jade Helm 15 era uma manobra projetada para proteger o Sudoeste de uma invasão pelas forças russas apoiadas pelos militares da América Latina ( como Amanhecer Violento). No entanto, depois de ler o plano operacional de Jade Helm, é claro que este exercício é sobre a subjugação marcial brutal do povo do Texas, Utah e Califórnia do Sul que se levantaram contra a tirania alguns não especificados. Além disso, este exercício é também sobre a lei marcial que está sendo usado como uma medida preventiva em estados que "podem" inclinar-se para a guerra civil contra o governo  central dos Estados Unidos (ou seja, Califórnia, Nevada, Colorado, Arizona e Novo México).

Os elementos operacionais e impacto da Jade Helm 15 não podem ser considerados isoladamente. Uma análise cuidadosa revela como este exercício está ligado às políticas do Exército associados com o confinamento de detentos no que é comumente chamado de campos da FEMA! Este exercício é, sem dúvida, a coisa mais assustadora para ocorrer em solo americano desde a Guerra Civil.

Aurora Vermelha ou preparativos para a lei marcial ?

Propósito de Jade Helm é Definido


"Jade Helm é uma Guerra Não Convencional Interagencial (IA)  (UW) exercício militar  desafiador de oito semanas conjunta e realizado em todo Texas, Novo México, Arizona, Califórnia, Nevada, Utah e Colorado."

O termo "guerra não convencional (UW)" deixa claro que este exercício não está lidando com um "Red Dawn"  ou invasão apoiada pela Rússia no sudoeste dos Estados Unidos por parceiros latino-americanos apoiados por russos. UW fala do conflito de natureza de guerrilha (assimétrico)  previsto e ensaiado. Posteriormente, ele pode ser conclusivamente afirmando que Jade Helm não está se preparando para uma invasão ao estilo Red Dawn, em vez disso, eles estão se preparando para uma vermelha, branca e azul invasão. Este é um ensaio enorme para a aplicação da lei marcial , bem como a implementação da proverbial e muitos rumores de List Red e Blue  e "vá pegá-lo " extrações de figuras-chave da resistência de Mídia Independente, bem como figuras políticas que não cooperam. As várias disposições da Jade Helm deixam claro o quão perigoso este exercício é verdadeiramente.

Composição de Forças no Jade  Helm revela o verdadeiro propósito das manobras

Thomas Mead, o planejador de operações treinamento militar para Jade Helm realista do Exército dos EUA declarou publicamente que "Temos Boinas Verdes do Exército, Navy Seals, Comando de Operações Especiais marinhos, a 82ª Divisão Aerotransportada, e também temos alguns dos nossos parceiros de interagências, como o DEA, FBI e a Agência Joint Personnel Recovery (JPRA) que vão trabalhar conosco. "

O uso de boinas verdes, Navy Seals e forças de  operações especiais do Comando fala com a composição não convencional da composição geral deste grupo. Entre as muitas funções para estes três grupos de operações especiais incluem ataques a infra-estrutura, assassinato de pessoal inimigo chave, reconhecimento e extração de pessoal-chave inimigos para a detenção e / ou coleta de inteligência. É o último dever que tem me preocupado como tem havido muita discussão sobre a execução de uma "Lista Vermelha", em que figuras-chave de resistência sejam sequestrados e "tratados" com antecedência da aplicação da lei marcial. Uma análise detalhada da linguagem da Jade Helm me convenceu de que nós estamos olhando para a implementação do "arrebatar a garra" de índices de resistência à lei civil que vem. Minhas fontes me disseram que nos treinos anteriores desta natureza, na Lista Vermelha  as tropas de extracção sairão de helicóptero nas primeiras horas da manhã (por exemplo 03:00) aos terrenos, offload pessoal e deter os alvos pretendidos, estilo equipe da SWAT.

Na seção Jade Helm intitulado "O que esperar", os planejadores de operação afirmam que o público deve se antecipar "Ao aumento de aeronaves na área durante a noite", e "pode ​​receber reclamações de barulho". O avião estará alto o suficiente durante a noite para garantir reclamações de barulho? Meu voto seria os helicópteros. E quem estaria sobre esses helicópteros, à noite? Que horas serão fragmentos de conversa e atividades de apoio historicamente realizada? E que normalmente conduzirá arrebatar e detenções ? A resposta a estas perguntas seriam as forças de operações especiais, que por lei marcial, seria a versão Gestapo dos Boinas Verdes, os Navy Seals e forças marinhas especiais que eles chegam em sua casa em 3:00.

Fonte: http://www.thecommonsenseshow.com/2015/03/18/the-jade-helm-15-drill-is-a-martial-law-civil-war-and-red-list-extraction-drill/ 
 


As aeronaves estão a ser revistas, reparadas e modernizadas após terem estado ao serviço da força aérea indiana.

Os primeiros seis caças Sukhoi-30 adquiridos pelo Governo angolano, que estiveram ao serviço da força aérea indiana, são esperados em Angola no segundo semestre do ano, tornando-se o país no terceiro de África com este tipo de aeronave.
Estes primeiros seis caças - de um conjunto de 12 - estão a concluir um programa de revisão, reparação e modernização na fábrica do construtor russo Sukhoi em Baranovichi, na Bielorrússia, segundo o portal especializado Aviation International News (AIN).
Durante o segundo semestre de 2015 vão intensificar-se as comemorações dos 40 anos da independência de Angola (11 de novembro de 1975), não sendo de descartar que a entrega destas aeronaves coincida com este programa.
Os aparelhos, que se estiveram ao serviço da força aérea indiana, fazem parte do pacote de compra de material de guerra russo, no valor de mil milhões de dólares (890 milhões de euros), acordado com a empresa russa Rosoboronexport.
São caças de dois motores e dois lugares que podem atingir velocidades superiores a 2.100 quilómetros por hora e que começaram a ser produzidos pela empresa russa há cerca de 15 anos, sendo estes doze - com entre 1.000 a 1.500 horas de voo - originalmente destinados a equipar a força aérea bielorrussa.

Do DN


O governador Camilo Santana (PT) reforçou na manhã desta segunda-feira a informação do início da atuação das equipes de Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e da reforma para instalação de uma base da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) no Cariri. O helicóptero para unidade, de acordo com nota divulgada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), será remanejado de Fortaleza.
"Nós vamos, agora em julho instalar 12 equipes do Raio no Cariri. As (48) motos foram adquiridas, as equipes estão em fase de conclusão do curso, e estamos também fazendo uma reforma para um base do Ciopaer com helicóptero permanente na região. Vamos fazer também na região Norte, em outubro", detalhou o governador, em coletiva, após palestra de abertura do Seminário Prefeitos Ceará 2015, evento que reúne gestores de 184 municípios cearenses, e é realizado até esta terça-feira, dia 9, no Centro de Eventos do Ceará.
Como noticiado no O POVO, para administrar a estrutura do BPRaio montada em Juazeiro, 77 profissionais estão sendo formados. De acordo com a SSPDS, a base do Ciopaer funcionará no Aeroporto de Juazeiro do Norte, onde as reformas já estão acontecendo, com prazo para terminar no final do mês de julho de 2015. “Estão sendo construídas salas, banheiros, entre outras coisas”.
O reforço no policiamento da região, que também recebe 102 policiais do Batalhão de Divisas, se dá pelos altos índices de crimes que têm sido registrados na Área Integrada de Segurança (AIS) 11, que compreende o Cariri. Nos primeiros quatro meses de 2015, a AIS11 é a área no interior do Estado com maior número de homicídios (111), apreensão de armas de fogo (328), apreensão de cocaína (30 kg) e a maior apreensão de maconha do Estado (578,22 kg) - ultrapassando inclusive o somatório da apreensão das seis AISs da Capital.

Do O Povo

O Iraque, que foi um dos maiores clientes de armas brasileiras entre as décadas de 1960 e 1980, manifestou nesta terça-feira seu interesse em reiniciar a compra de produtos de defesa do Brasil, informou o Ministério da Defesa.
Essa intenção foi comunicada pelo ministro das Relações Exteriores do Iraque, Ibrahim al Jaafari, na visita que fez hoje ao Brasil e durante qual se reuniu com o chanceler Mauro Vieira e com o ministro da Defesa, Jaques Wagner.
O ministro iraquiano “demonstrou interesse em retomar as aquisições dos produtos de defesa brasileiros depois que, no anos 80, o país foi um dos grandes parceiros comerciais do Brasil”.
O Brasil, que durante muitos abasteceu o Iraque de produtos como os mísseis Astros II, os tanques de guerra Osorio, os aviões de combate Tucano e diferentes armas convencionais, suspendeu as vendas em 1990 devido ao embargo internacional imposto a esse país pela invasão do Kuwait.
Segundo o comunicado do Ministério da Defesa, o aquecido mercado brasileiro da indústria de defesa movimenta cerca de US$ 6,5 bilhões ao ano, com US$ 3 bilhões em exportações, e gera 30.000 empregos diretos.
Os fabricantes brasileiros de foguetes, aviões e carros de combate tinham como principal mercado regional o Oriente Médio, para onde exportavam quase 50% de sua produção na década de 1970.
O principal cliente era o Iraque, que concentrava 40% das compras, seguido pela Líbia (30%).
Em seu encontro com as autoridades brasileiras, Jaafari disse que o Iraque precisa equipar-se para combater a ameaça terrorista do grupo Estado Islâmico, que domina territórios tanto nesse país como na Síria.
O ministro iraquiano acrescentou que o principal motivo de sua visita foi solicitar o apoio do Brasil nos esforços militares do governo iraquiano pela estabilização do país e o combate ao terrorismo.
“A guerra contra o terrorismo não é uma guerra convencional. Buscamos os países amigos e democráticos para defender aqueles que estão sofrendo com esse fenômeno”, afirmou o chanceler iraquiano, citado no comunicado do Ministério da Defesa, ao defender acordos de cooperação com o Brasil.
Por sua parte, Jaques Wagner comentou que o Brasil tem uma longa tradição de paz e de solidariedade e que, por isso, “expressamos nossa total solidariedade ao Iraque perante as atrocidades que são perpetradas no país”.
Do Ultimo Instante

O Brasil vai suspender o Programa de Aviação Regional, lançado em 2012 para apoiar o desenvolvimento das ligações aéreas internas, e que tem sido fundamental para o desenvolvimento do negócio da Embraer e da Azul. Em causa está a necessidade de Brasília de equilibrar as contas públicas, avança a Bloomberg citando fonte da assessoria econômica da presidente Dilma Rousseff.
O programa, que previa apoios na ordem dos 7,3 mil milhões de reais (2,3 mil milhões de euros) na construção ou reestruturação de aeroportos por todo o Brasil, destinava-se a servir as rotas com pouca oferta e foi considerado como um estímulo à Embraer já que se destinava igualmente a subsidiar metade de todos os assentos em aviões com 120 lugares.
Além da Embraer, também a Azul, controlada por David Neeleman e a principal companhia regional do Brasil, sairá penalizada pela suspensão do plano de apoio à aviação regional. Já em Abril, a imprensa brasileira dava conta da intenção da companhia aérea de cortar rotas e mesmo avançar com despedimentos, caso o programa não chegasse ao terreno.
De acordo com o "Valor Económico", a Azul definiu em 2014 uma lista com cerca de 20 destinos, dos 103 servidos pela companhia, que não cumpriam os critérios de rentabilidade necessários e que por isso poderiam ser encerrados. Já no início deste ano, a companhia acabaria por cancelar os voos para as cidades que apresentavam maiores prejuízos.
Em Fevereiro deste ano, David Neeleman admitia numa entrevista à revista "Exame" que se o governo brasileiro queria manter os voos regionais, então a Azul "precisa de subsídios" e que sem o Programa Nacional de Aviação Regional o crescimento da ‘low cost' passaria de 20% para cerca de 10%.

Do Econômico
Brasil suspende plano de aviação que ajudaria a Embraer e a Azul - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/bloomberg/mercados/noticia/4081260/brasil-suspende-plano-aviacao-que-ajudaria-embraer-azul
Brasil suspende plano de aviação que ajudaria a Embraer e a Azul - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/bloomberg/mercados/noticia/4081260/brasil-suspende-plano-aviacao-que-ajudaria-embraer-azul
Brasil suspende plano de aviação que ajudaria a Embraer e a Azul - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/bloomberg/mercados/noticia/4081260/brasil-suspende-plano-aviacao-que-ajudaria-embraer-azul
Brasil suspende plano de aviação que ajudaria a Embraer e a Azul - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/bloomberg/mercados/noticia/4081260/brasil-suspende-plano-aviacao-que-ajudaria-embraer-azul
Brasil suspende plano de aviação que ajudaria a Embraer e a Azul - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/bloomberg/mercados/noticia/4081260/brasil-suspende-plano-aviacao-que-ajudaria-embraer-azul
Brasil suspende plano de aviação que ajudaria a Embraer e a Azul - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/bloomberg/mercados/noticia/4081260/brasil-suspende-plano-aviacao-que-ajudaria-embraer-azul

Fabricantes

Loading...

Zonas de Conflito

Loading...

Poder Aéreo

Loading...

Poder Naval

Loading...

Guerra Eletônica

Loading...

-

Blogged

TOP 100 MILITARY SITES

Frases

Audaces fortuna juvat - "A sorte protege os audazes" (verso da Eneida de Virgílio)
O Brasil não é um país beligerante, mas deve deter meios para defender sua soberania, caso isso seja necessário. Afinal, há de se lembrar sempre que paises não tem amigos tem interesses.

"Computadores são como bicicletas para nossa mente" - Steve Jobs

"Um homem quando está em paz não quer guerra com ninguém..."Musica Só Os Loucos Sabem - Charlie Brown Jr. - Composição: Chorão/Thiago Castanho.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
“Não precisa fazer a bomba. Basta mostrar que sabe““Abrir mão de possuir armas é uma coisa, abrir mão do conhecimento de como fazê-las é outra coisa“ - Dalton Ellery Girão Barroso do IME
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"um submarino nuclear tem muito pouco propósito a não ser que seja visto como parte de um sistema de disparo de armamento nuclear. Sem armas nucleares, é difícil entender" - Cientista indiano Prabir Purkayastha, especialista em sistemas energéticos e energia atômica
“O brasileiro é muito tranquilo. Nós dominamos a tecnologia da energia nuclear, mas ninguém aqui tem uma iniciativa para avançar nisso. Temos que avançar nisso aí. É vantagem? É, até do ponto de vista de dissuasão é"... "Nós temos que nos despertar que o Brasil para ser um país realmente forte tem que avançar nisso aí. Especialmente para fins pacíficos. E mesmo a arma nuclear utilizada como instrumento dissuasório é de grande importância para um país que tem 15 mil quilômetros de fronteiras a oeste e tem um mar territorial e agora esse mar do pré-sal, de 4 milhões de metros quadrados de área”. - Vice-Presidente do Brasil, José Alencar


------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
“Nós somos contra a proliferação nuclear, nós somos signatários do tratado de não-proliferação [de armas nucleares], mas não podemos renunciar ao conhecimento científico” - Ministro de Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral


Audiência

Cotação do Hangar

Mais vistas na última semana

Marcadores

Acidente AF 447 Aero Afeganistão Africa do Sul AGRESSÃO AO BRASIL Agusta AIDC AIEA Air Race Air Tractor Aircraft For Sale Albânia Alemanha Angola Argélia Armenia Arqueologia Militar Arábia Saudita Australia Austria Avia aviação AVIAÇÃO CEARÁ aviação militar AVIC Avião Azerbaijão Bangladesh Belgica Bielorussia Biografia BLOG Boeing Bolivia Brasil Brasil Potência BRIC Brunei Bulgaria Burocracia By Vinna Cabo Verde CACMA Cazaquistão Ceará Chad Chile China CIA Ciberguerra/Cyber Attacks ciência Colirio Comunidade dos Países de Língua Portuguesa Corrente do Bem Croacia Dassault De olho na Imprensa Diplomacia direito Eixo Bolivariano EMBRAER Emirados Árabes Energia Equador Eritrea ESA Eslovaquia Eslovenia Espanha Espaço Espionagem Estonia Etiopia Eurocopter Evangelho do dia Exercícios Militares F1 Falkland/Malvinas Filipinas Filme Finlândia Finmeccanica França Front Interno Férias Geopolitica Guatemala Guerra da Amazônia Guiana Guiné-Bissau HANGAR DO VINNA Hindustan Aeronautics História Hoje na História Holanda HUMOR Hungria INACE India Inglaterra Insólito Iraque Irã Islandia Israel ISS Itália Kazaquistão Kuwait Laos Lei do Abate Letonia LINKS Lituania Lockheed Luxemburgo Malasia Mali MARKETING PESSOAL MATRIX Mauritania McDonnell Douglas MiG Minustah Modelismo Moçambique MUSICA Myanmar Namibia NASA Nigeria Noruega Nova Zelândia Nuclear obituário OEA Olimpiada OMC Omã ONU opinião OTAN OVNIs Palestina/Gueto de Gaza Panamá Paquistão Petrobrás e biocombustivel Pioneiro do ar Pirataria/Tortuga Polonia Portugal Qatar Quenia Quirguistão Raytheon Recebi por e-mail Resenha Rio 2016 Romenia Rosoboronexport Russia Russian Helicopters SAAB Saúde Segurança Pública Senegal Sikorsky sinistro Star Trek Sudão Suécia São Tomé e Príncipe Tailandia Taiwan Tajiquistão tecnologia Terminator Terrorismo Turismo Turquia UNIÃO/Defesa America do Sul USA Venezuela veículo Video ww2 Yantar Zambia Zimbabwe Zona de Conflito

Salmo

Meta: Informação Livre e um Blog novo todo dia

Bem vindo, amigo visitante: Procuro atualizar o blog várias vezes por dia e este trabalho solitário é feito pensando em vocês. Financeiramente Não ganho NADA a não ser a amizade de alguns de vocês... ALGUMAS IMAGENS RETIREI DA INTERNET SEM AUTORIA. SE ALGUMA DELAS FOR PROTEGIDA POR DIREITOS AUTORAIS, A VIOLAÇÃO NÃO FOI INTENCIONAL, NESTE CASO, SE NÃO ME FOR AUTORIZADA A EXPOSIÇÃO DA MESMA, A IMAGEM SERÁ RETIRADA DO BLOG, BASTA QUE ENTREM EM CONTATO POR COMENTARIO OU EMAIL.
Vinicius Morais - Vinna

Translate

Pesquisar este blog

Carregando...

Visitas by Google - Since 02/05/2008

Nós no Face...

Videos em Destaque

Não deixe de ver A Estrada 47

Links de Referência & PARCEIROS


Blog Cavok

Campo de Batalha

Cultura Aeronáutica

Alternativa Car

Fumaça Já!



Noticias Sobre Aviação

DEFESANET


Tecnologia & Defesa


Portal Rudnei Cunha

ANVFEB



Plano Brasil

Geo Política

Defesa Aérea

Estratégia Nacional de Defesa


Defesa BR

Revista ASAS


VAE VICTIS

Segurança & Defesa


Infodefensa

ANUNCIE - AQUI

archive