GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

quarta-feira, outubro 24, 2012

Sudão acusa Israel de bombardear fábrica de equipamentos militares

By on 24.10.12
O governo do Sudão acusa Israel de bombardear uma fábrica de equipamentos militares na capital Cartum (foto ao lado), na noite de terça-feira. Uma grande explosão foi registrada no prédio Yarmouk e em construções adjacentes. Segundo a agência AP, as explosões causaram duas mortes e ferimentos graves em pelo menos uma pessoa.

De acordo com o ministro da Cultura e da Informação, Ahmed Bilal Osman, quatro aviões israelenses foram os responsáveis pelo ataque. Essa não é a primeira vez que as autoridades sudanesas acusam Israel de coordenar bombardeios contra o seu território. Em abril de 2011, o governo de Cartum também responsabilizou o país por uma explosão que deixou dois mortos. Em 2009, o Sudão também culpou o premiê Benjamin Netanyahu por um bombardeio contra um comboio de carros na região nordeste.

Israel, no entanto, não se recusou a comentar os incidentes.

"Quatro aviões militares atacaram a fábrica de Yarmouk", afirmou o ministro da Cultura e da Informação sudanês à agência Reuters, dizendo que os caças entraram no espaço aéreo sudanês a partir do leste. O porta-voz do exército de Israel, Avikhai Adraide, disse que o país não comentaria a acusação.

A fábrica de armamentos e munição fica em um bairro residencial. As explosões assustaram muitos moradores, que evacuaram do local imediatamente. Segundo relatos, várias casas da região foram destruídas pelo fogo.
De acordo com o porta-voz das Forças Armadas do Sudão, o coronel Al-Sawarmi Khalid, a explosão foi tão grande que uma área florestal em torno da fábrica militar também foi destruída, mas que o incêndio já foi controlado. Segundo ele, uma investigação está sendo realizada para levantar os danos causados pelo ataque.

Fonte: IG


0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts