GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

quinta-feira, janeiro 31, 2013

USAF & o programa T-X

By on 31.1.13
A Força Aérea dos EUA, apesar da incerteza do financiamento de uma série de programas militares, vai realizar a competição T-X para adquirir até 2014 as 350 novas aeronaves de treinamento avançado. No mesmo ano, deve ser anunciada a empresa fornecedora e assinado um contrato para a entrega do primeiro lote de novas aeronaves. Anteriormente, a Força Aérea dos EUA havia planejado lançar um concurso para o fornecimento de novos aviões de treinamento para o ano fiscal de 2012 (encerrado no dia 30 de setembro do ano passado), mas não conseguiu obter o financiamento para o projeto. A razão para isso foi a redução em grande escala do orçamento de defesa dos EUA, que começou em 2012.
 
Os militares pretendem substituir os antigos jatos T-38 Talon com as novas aeronaves. Os jatos T-38 Talon estão em serviço desde 1959, e todos devem ser retirados de operação até 2020, devido ao fim da vida útil das células. Conforme relatado pela publicação Defense News, o presidente da empresa norte americana General Dynamics C4 Systems, Chris Marzili, o financiamento para o projeto T-X já está incluído por enquanto no orçamento militar do ano fiscal de 2013, mas poderá ser reduzido pelo Congresso dos EUA. De acordo com uma versão preliminar de um documento, a prontidão operacional inicial das novas aeronaves de treinamento deve ser alcançada em 2020. Assim, os militares possuem um prazo de dois a três anos – o prazo para a declarar o vencedor do concurso deve ocorrer até o período 2017-2018.

Em outubro de 2012 a Força Aérea dos EUA anunciou os requisitos básicos para um novo jato de treinamento. Um dos requisitos principais do T-X foi o baixo custo de manutenção e de operação, que não deve ultrapassar os US$ 35,5 bilhões num prazo de 20 anos, pelos preços atuais, período esse quando a última aeronave será retirada de operação. Além disso, os militares apresentaram rigorosos requisitos para o T-X em termos de parâmetros de simulação, armamentos, manobrabilidade, e de característica em voo. Até o momento, o interesse no possível concurso T-X foi mostrado pelas empresas norte-americanas Lockheed Martin, Boeing e General Dynamics, e pela britânica BAE Systems. A Lockheed, em parceria com a sul coreana KAI oferece os existentes jatos militares T-50 Golden Eagle. A BAE Systems oferece seu jato de treinamento avançado (AJT) Hawk. A General Dynamics, em parceria com a Alenia Aermacchi da Itália, oferece o T-100, uma versão baseada no treinador M-346 Master. A Boeing pretende projetar uma aeronave de treinamento a partir do zero.
 
Fonte: Cavok - Via: V a e V i c t i s

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts