GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

domingo, abril 24, 2016

Caças SU-30 da Rússia na Síria, atiraram 2 vezes contra quatro F-16 de Israel

By on 24.4.16
Para quem pensava que com a saída das tropas da Rússia na guerra da Síria ordenada por Vladimir Putin, o perigo de conflitos em proporções mundiais diminuiria, enganou-se redondamente. Em 24/11 do ano passado um caça SU-24 russo foi derrubado quando operava em território sírio a partir do ataque de um F-16 da Força Aérea Turca, caracterizando a violação do espaço aéreo da Síria pela Turquia. 
Poucos dias atrás foi a vez dos russos dispararem 2 vezes seguidas contra aviões de combate F-16 oriundos de Israel conforme veiculado recentemente por um jornal israelense. Apesar da fonte não ter revelado exatamente quando ocorreram os disparos, local dos mesmos ou se os aviões de Israel foram atingidos, presume-se que não faz muito tempo da ocorrência do agravamento bélico. 
Notícias veiculadas pelo Debka, que é um site de Israel, chegaram a confirmar que os disparos aéreos ocorreram dia 20/04, quarta-feira, onde uma formação de 4 aviões F-16 israelenses, invadiram novamente o espaço aéreo da Síria e se aproximaram bastante de Hamaimim, local onde fica a base aérea síria com grande concentração das tropas da Rússia no país. 
Não deu outra, pois imediatamente o comandante russo, ordenou que 2 aeronaves SU-30 alçassem vôo e interceptassem os caças de Israel, enquanto que paralelamente as temidas baterias antiaéreas russas, S-300 e S-400, foram disponibilizadas para disparar a qualquer momento, configurando estado de alerta total. 
Para quem pensava que com a saída das tropas da Rússia na guerra da Síria ordenada por Vladimir Putin, o perigo de conflitos em proporções mundiais diminuiria, enganou-se redondamente. Em 24/11 do ano passado um caça SU-24 russo foi derrubado quando operava em território sírio a partir do ataque de um F-16 da Força Aérea Turca, caracterizando a violação do espaço aéreo da Síria pela Turquia. 

Poucos dias atrás foi a vez dos russos dispararem 2 vezes seguidas contra aviões de combate F-16 oriundos de Israel conforme veiculado recentemente por um jornal israelense. Apesar da fonte não ter revelado exatamente quando ocorreram os disparos, local dos mesmos ou se os aviões de Israel foram atingidos, presume-se que não faz muito tempo da ocorrência do agravamento bélico. 
Notícias veiculadas pelo Debka, que é um site de Israel, chegaram a confirmar que os disparos aéreos ocorreram dia 20/04, quarta-feira, onde uma formação de 4 aviões F-16 israelenses, invadiram novamente o espaço aéreo da Síria e se aproximaram bastante de Hamaimim, local onde fica a base aérea síria com grande concentração das tropas da Rússia no país. 
Não deu outra, pois imediatamente o comandante russo, ordenou que 2 aeronaves SU-30 alçassem vôo e interceptassem os caças de Israel, enquanto que paralelamente as temidas baterias antiaéreas russas, S-300 e S-400, foram disponibilizadas para disparar a qualquer momento, configurando estado de alerta total. 

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts