Pratt & Whitney NÃO teria repassado tecnologia sensível a China - HANGAR DO VINNA

Breaking

GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

BANNER 728X90

sábado, julho 28, 2012

Pratt & Whitney NÃO teria repassado tecnologia sensível a China



Um porta-voz do Ministério da Defesa Nacional da China recusou nesta quinta-feira as reportagens de que o helicóptero de ataque militar Z-10 do país pirateou as tecnologias dos Estados Unidos, dizendo que o fabricante do helicóptero usa os direitos de propriedade intelectual independentes. 

O porta-voz do ministério, Yang Yujun, fez a declaração em uma entrevista coletiva mensal ao comentar sobre a notícia de que a United Technologies Corp. (UTC) dos Estados Unidos admitiu no mês passado ter vendido software à China para ajudar Beijing a desenvolver seu primeiro helicóptero de ataque militar moderno, concordando pagar mais de US$ 75 milhões ao governo norte-americano pela violação de exportação. 

"Os helicópteros da China, bem como seus motores são autodesenvolvidos e têm seus próprios direitos de propriedade intelectual", disse Yang, acrescentando que a suposta pirataria está longe de ser verdade. 

Yang disse que o desenvolvimento dos equipamentos militares da China sempre seguiu o princípio de inovação independente, e depende de sua capacidade em pesquisa e produção. 


As empresas concordaram em pagar mais de US$ 75 milhões em multa devido às violações de exportação e ao fornecimento de informações equivocadas ao governo dos EUA.

Nenhum comentário:

Sponsor

AD BANNER



Os Indianos vão acabar voltando atrás e comprando o Gripen NG

Videos Recomendados

Marado, o novo "porta-aviões disfarçado" da Coreia do Sul




Super Cobra para o Brasil?






A MELHOR HISTÓRIA DE AVIAÇÃO DE TODOS OS TEMPOS