GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

domingo, julho 15, 2012

Robô russo vence prova de inteligência

By on 15.7.12

http://3.bp.blogspot.com/_EOSuF7QE88A/TRJ_qelnceI/AAAAAAAAEGk/nWKxmiYW3gk/s1600/hal9000.jpg

Capaz de se passar por humano em 30% das conversas, robô é mestre da enganação em campeonato internacional. Criador da tecnologia de inteligência artificial já era conhecido por desenvolver software com atuação semelhante ao assistente pessoal de voz Siri, acessível para iPhone.

A tecnologia de inteligência artificial desenvolvida pelo engenheiro russo Vladímir Veselov ganhou a concorrência ao passar no teste de Turing, confirma Celeste Biever, membro do portal cientifico Newscientist.com e uma das juízas do concurso. A competição no parque Bletchley, nos arredores de Londres, foi realizada em celebração ao centenário do nascimento do autor da ideia do teste – o matemático e criptógrafo Alan Turing. 

Durante o teste de Turing, o juiz se comunica através de uma interface de texto com uma pessoa real e um programa de computador. Com base nas respostas, ele deve distinguir a pessoa do programa.

O objetivo final é que o software consiga enganar o juiz em, pelo menos, 30% dos casos. Na competição foram envolvidos mais de 30 juízes que tentavam distinguir as cinco plataformas de inteligência artificial em meio a 25 pessoas.

O robô de bate-papo de origem russa foi apresentado sob a forma de um garoto de 13 anos chamado Evguêni Gustman Foto: Divulgação

No total, foram 150 entrevistas. Vinte e nove por cento dos juízes reconheceram o robô de bate-papo russo como uma pessoa. O segundo lugar na competição ficou para o robô JFred, em terceiro, o Cleverbot, e os outros dois robôs que participaram da competição foram UltraHal e Elbot.

Vale notar que esta não é a primeira vez que a tecnologia russa de inteligência artificial ganha o teste de Turing. Em 2007, também passou o robô russo de bate-papo Cyberlover, que foi "treinado" para flertar com os usuários em salas de bate-papo de namoro on-line e tirar de suas conversações informações pessoais. 

Como então especialistas apontaram, o robô demonstrou “um nível sem precedentes de engenharia social”. Ele foi desenvolvido pelo projeto russo Botmaster, que tem outro produto famoso: um programa para enviar ligação em massa, o spam XRumer.

Personalidade programada

O robô de bate-papo de origem russa (é possível se comunicar com ele pelo site) foi apresentado sob a forma de um garoto de 13 anos chamado Evguêni Gustman de Odessa. Segundo o juiz do concurso, ao contrário de seus rivais que imitavam pessoas, o robô de Vladímir Veselov tinha uma personalidade distinta.

Gustman tem um porquinho-da-índia e seu pai trabalha como ginecologista.A idade para o robô de chat também não foi escolhida por acaso. “Treze anos ainda não é adulto demais para saber tudo, mas não muito jovem para não saber nada”, esclarece seu criador.

Teoria e prática

Vladímir Veselov se formou em 1991 pelo Instituto de Engenharia Militar AF Mojaiski, em São Petersburgo. Seis anos depois, Veselov defendeu sua tese de mestrado e passou a trabalhar como pesquisador e professor do departamento. Dentre suas funções no instituto, estava a aplicação de métodos e sistemas de inteligência artificial para sistemas de controle de espaçonaves.

Desde 1999, Veselov tem estudado sistemas de processamento de linguagem natural na Divisão de São Petersburgo da companhia Artificial Life (de Boston, EUA), motivo pelo qual posteriormente mudou-se para os EUA. Mais dois anos se passaram e Veselov fundou com alguns sócios a empresa Princeton Artificial Inteligence, na qual tem desenvolvido sua própria plataforma de inteligência artificial.

Desde 2002, Veselov trabalha para a empresa Johnson&Johnson, onde se ocupa da automação de laboratórios de análise e processamento de dados laboratoriais.

Forte concorrente 

Em 2011, a empresa i-Free adquiriu a equipe de tecnologia liderada por Veselov, com sede em São Petersburgo e especializada em projetos na área de telefonia móvel e tecnologia NFC, distribuição de conteúdo digital, pagamentos eletrônicos etc.

A i-Free tem usado a tecnologia de Veselov na aplicação móvel Everfriend para o sistema operacional Android, que pode ser chamado de um dos concorrentes do assistente pessoal de voz Siri, acessível apenas para iPhone. Assim como o Siri, ele utiliza a tecnologia de reconhecimento de fala e é capaz de responder a perguntas e realizar diversos comandos para os usuários de smartphones.

Além da Everfriend, existem outros concorrentes do Siri que usam tecnologia de inteligência artificial, por exemplo, o assistente de voz Sara ou Evi. Desenvolvem-se ativamente nesta área o Google e a Samsung. Esse último, por exemplo, lançou recentemente o assistente de voz S-Voice.

Originalmente publicado em cnews.ru - Via Gazeta Russa

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts