MI-17 se acidenta na Nicaragua. Dez militares morrem - HANGAR DO VINNA

Breaking

GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

BANNER 728X90

sexta-feira, junho 21, 2013

MI-17 se acidenta na Nicaragua. Dez militares morrem

O chefe de Estado maior da Força Aérea da Nicarágua, coronel Manuel López, e outros nove militares morreram esta quinta-feira na queda de um helicóptero MI-17 no qual viajavam quando cumpriam uma missão de trabalho no noroeste do país, informaram fontes oficiais.
Entre os mortos também está o chefe de contrainteligência da Força Aérea, coronel Chester Vargas; o chefe de Defesa antiaérea, tenente coronel Aldo Herrera; e o chefe da brigada de manutenção aérea, coronel Mario Jirón, informou a pró-governista Radio Ya, ao fazer a leitura de uma lista oficial.
Segundo o informe divulgado pela emissora, na tragédia, considerada uma das piores da força aérea nicaraguense nos últimos tempos, também perderam a vida outros seis militares de patente menor.
Esta versão, no entanto, ainda não foi confirmada pelo exército, que anunciou que oferecerá nas próximas horas durante entrevista coletiva.
Moradores da comarca Cuatro Palos, do município La Paz Centro - 50 km a noroeste de Manágua - informaram pela manhã às autoridades que viram "cair um helicóptero" militar na zona, informou o secretário político do partido de governo na região, Everth Delgadillo, ao Canal 4, governista.
Segundo o porta-voz do exército, coronel Orlando Palacios, o piloto da aeronave fez uma ligação de emergência à Força Naval para avisar que "tinha ocorrido uma situação" anormal quando sobrevoavam perto da base militar de adestramento Papalonal, nos arredores do vulcão Momotombo, departamento de León, a noroeste da capital.
De acordo com informes preliminares, minutos depois de o helicóptero levantar voo rumo a Manágua, pegou fogo e explodiu no ar.
Efetivos do exército estão na zona do acidente para tentar resgatar os corpos dos militares que ficaram destroçados e espalhados no solo e no lago Xolotlán, que está perto da região onde aconteceu o acidente.
Segundo informações preliminares, o helicóptero caiu de 1.500 metros de altura.
A primeira-dama e porta-voz oficial, Rosario Murillo, disse a meios da situação que os militares estavam fazendo "uma missão de trabalho" na região.
As vítimas eram em sua maioria ex-guerrilheiros sandinistas que depois da vitória da Revolução de 1979 ajudaram a fundar o exército da Nicarágua.

Fonte: Terra

Nenhum comentário:

Sponsor

AD BANNER



Os Indianos vão acabar voltando atrás e comprando o Gripen NG

Videos Recomendados

Marado, o novo "porta-aviões disfarçado" da Coreia do Sul




Super Cobra para o Brasil?






A MELHOR HISTÓRIA DE AVIAÇÃO DE TODOS OS TEMPOS