12 F-16 portugueses para a Romenia - HANGAR DO VINNA

Breaking

GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

BANNER 728X90

segunda-feira, julho 01, 2013

12 F-16 portugueses para a Romenia

http://3.bp.blogspot.com/_TeSwqdZznL8/TDTGpTmPcuI/AAAAAAAAEKQ/M55-PDrWCps/s400/4.JPGAs aeronaves de fabrico norte-americano, destinadas a substituir a frota de aviões Mig-21 da Força Aérea romena, deverão começar a ser entregues a partir de 2015

O Governo romeno anunciou hoje a compra a Portugal por 628 milhões de euros de 12 aviões de combate F-16, noticiou hoje a agência France Press.
As aeronaves de fabrico norte-americano, destinadas a substituir a frota de aviões Mig-21 da Força Aérea romena, deverão começar a ser entregues a partir de 2015, de acordo com o ministro da Defesa romeno, Mircea Dusa, citado pela France Press.
Após anos de discussões, o Conselho Supremo de Defesa (CSAT), presidido pelo chefe de Estado, Traian Basescu, autorizou em setembro o lançamento de um programa de renovação da frota de aviões de combate.
Com a sua adesão à Aliança Atlântica em 2004, a Roménia comprometeu-se a equipar a sua Força Aérea com 48 aparelhos compatíveis com os da NATO.
Em novembro do ano passado, o ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco afirmou que a venda de caças F-16 à Roménia não estava fechada.
"Não há ainda compromissos assegurados em relação à definição concreta da venda. Há um procedimento que está a ocorrer e quando houver uma situação concreta e definitiva em termos de compromissos assumidos, o país será informado sobre isso", explicou então o ministro, no final de uma visita ao Centro de Formação Militar e Técnico da Força Aérea (CFMTFA), na Ota, Alenquer.
Dez caças F-16 e oito helicópteros PUMA (substituídos pelos EH 101 Merlin) da Força Aérea Portuguesa estão inscritos como alienáveis na Lei de Programação Militar (LPM), segundo o relatório de execução de 2011 a que a agência Lusa teve acesso em abril último.
De acordo com o documento, dos oito helicópteros PUMA, quatro estão em condições de venda imediata e a outra metade precisa de "uma profunda manutenção". Acrescenta o relatório que, dos "contactos com diversas entidades internacionais potencialmente interessadas" no ano passado "não foi possível identificar interessados".
Existem ainda dez aviões AVIOCAR inscritos para venda na LPM, mas que já só servem "para fins museológicos".
Os outros catorze estão "em condições de voo". Os AVIOCAR foram substituídos pelos novos C-295.

Fonte: IONLINE

Nenhum comentário:

Sponsor

AD BANNER



Os Indianos vão acabar voltando atrás e comprando o Gripen NG