Companhias de petróleo da China se preparam para segundo trimestre difícil - HANGAR DO VINNA

Breaking

GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

BANNER 728X90

quinta-feira, agosto 27, 2015

Companhias de petróleo da China se preparam para segundo trimestre difícil

As grandes companhias de petróleo da China estão se preparando para um segundo semestre difícil e sem alívio na queda dos preços internacionais da commodity. Em meio ao fraco crescimento econômico global que vem limitando a demanda para tudo - desde petróleo até gás natural e minério de ferro - os resultados do primeiro semestre dessas empresas destacam a magnitude da redução de gastos do setor chinês.
Ao divulgar seus resultados hoje, a Cnooc e a Sinopec afirmaram ter pouca expectativa de uma forte recuperação dos preços do petróleo e do gás natural.
"Existe pouco otimismo no ambiente macroeconômico mundial", declarou o presidente da Cnooc, Yang Hua, em comunicado. "Os preços internacionais do petróleo deverão permanecer em um nível baixo", acrescentou. A companhia prevê um "ambiente operacional severo" no restante deste ano, depois de anunciar queda no lucro nos primeiros seis meses de 2015.
A Cnooc, que tem grandes operações em alto mar na China e fora do país, teve queda de 56% no lucro líquido no primeiro semestre deste ano, para 14,7 bilhões de yuans. O resultado, porém, superou as estimativas dos analistas ouvidos pela S&P Capital IQ, de 13,3 bilhões de yuans. Os investimentos da empresa diminuíram quase um terço, para 33 bilhões de yuans, no primeiro semestre, e deverão somar entre 70 bilhões de yuans e 80 bilhões de yuans neste ano.
A Sinopec, por sua vez, teve queda de 22% no lucro líquido, para 25,4 bilhões de yuans. A companhia informou que cortou os investimentos totais no primeiro semestre para 23,5 bilhões de yuans, de quase 40,0 bilhões de yuans no mesmo período do ano passado.
A redução dos investimentos das grandes petroleiras chinesas segue-se a anos de expansão pelo mundo, período em que as companhias compraram ativos caros em países que vão do Canadá à Austrália e também no continente africano.
Atualmente muitos dos projetos adquiridos por essas empresas enfrentam desafios. Isso é especialmente verdade no caso da Cnooc, que se apresenta como a petroleira mais global da China. A produção de petróleo e gás da companhia cresceu apenas 4% no primeiro semestre, bem menos que o aumento de 20% um ano antes.

Fonte: Dow Jones Newswires. - Via Isto é

Nenhum comentário:

Sponsor

AD BANNER



Os Indianos vão acabar voltando atrás e comprando o Gripen NG

Videos Recomendados

Marado, o novo "porta-aviões disfarçado" da Coreia do Sul




Super Cobra para o Brasil?






A MELHOR HISTÓRIA DE AVIAÇÃO DE TODOS OS TEMPOS